África regista quase 158 mil mortes por COVID-19 em mais de 6,2 milhões de casos

PorLusa, Expresso das Ilhas,19 jul 2021 9:20

África regista 157.967 mortes devido à COVID-19, num total de 6.236.745 casos de infecção com o novo coronavírus desde o início da pandemia, de acordo com dados oficiais regionais divulgados hoje.

Segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número de recuperados é de 5.437.867.

A África Austral continua a ser a região mais afectada do continente, com 2.979.873 casos e 80.809 óbitos associados à COVID-19. Nesta região, encontra-se o país mais atingido pela pandemia, a África do Sul, que contabiliza 2.295.095 casos e 66.859 mortes.

O Norte de África, que sucede à África Austral nos números da COVID-19, atingiu os 1.785.804 infectados com o vírus SARS-CoV-2 e 51.198 mortes associadas à doença.

A África Oriental contabiliza 766.566 infecções e 16.220 mortos, e a região da África Ocidental passou os 500 mil casos de infecção (506.355) e regista 6.624 mortes. A África Central é a que tem menos casos de infecção e de mortes, com 198.147 e 3.116, respectivamente.

O Egipto, o segundo país africano com mais vítimas mortais a seguir à África do Sul, regista 16.446 mortes e 283.703 infectados, seguindo-se a Tunísia, com 17.527 óbitos e 546.233 casos, e Marrocos, que contabiliza o segundo maior número de infecções em todo o continente, 557.632 casos, mas menos mortes do que os dois países anteriores, com 9.450 óbitos associados à doença.

Entre os países mais afectados estão também a Etiópia, com 4.357 vítimas mortais e 277.696 infecções, e a Argélia, com 3.938 óbitos e 153.309 infectados.

Em relação aos países de língua oficial portuguesa, Moçambique regista 1.118 óbitos e 99.412 casos de infecção acumulados desde o início da pandemia e Angola contabiliza 957 mortes associadas à doença e 40.805 infectados acumulados.

Cabo Verde regista 295 mortes associadas à doença e 33.302 infecções, a Guiné Equatorial 123 óbitos e 8.828 casos, a Guiné-Bissau contabiliza 73 mortos e 4.052 infectados e São Tomé e Príncipe 37 óbitos e 2.400 infecções.

O primeiro caso de COVID-19 em África surgiu no Egipto, em 14 de Fevereiro de 2020, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infecção, em 28 de Fevereiro.

A pandemia provocou pelo menos 4.086.242 mortos em todo o mundo, entre mais de 189,9 milhões de casos de infecção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, detectado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Lusa, Expresso das Ilhas,19 jul 2021 9:20

Editado porAndre Amaral  em  28 jul 2021 12:19

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.