Actividade sísmica registada em vulcão nas Canárias. Cabo Verde acompanha situação

PorAndre Amaral,17 set 2021 12:14

1

Vulcão Cumbre Vieja, na ilha canarina de La Palma, deu sinais de actividade sismica. Autoridades espanholas emitiram um alerta amarelo, o segundo mais baixo de quatro níveis. Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica está a acompanhar a situação.

"Graças à utilização de sistemas de análise automática, a Rede Sísmica das Canárias, gerida pelo Instituto Vulcanológico das Ilhas Canárias (INVOLCAN), foi capaz de detectar mais de 20.650 terramotos das 01:00 horas (hora das Canárias) de sexta-feira 10 de Setembro às 19:00 horas (hora das Canárias) de ontem 16 de Setembro de 2021. A maioria deles são tão pequenos que nem sequer foi possível localizá-los", avança o Instituto Vulcanológico das Ilhas Canárias. 

Na última actualização, aquele instituto colocou o alerta no nível amarelo, o segundo mais baixo de quatro possíveis, em que a população é aconselhada a estar atenta às comunicações das autoridades de protecção civil.

Contactado pelo Expresso das Ilhas o Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica de Cabo Verde disse estar a acompanhar a situação nas Canárias.

"Desde sábado 11 de Setembro de 2021, a Rede Sísmica das Canárias, gerida pelo Instituto Vulcanológico das Ilhas Canárias (INVOLCAN), tem vindo a registar um novo enxame de eventos sísmicos de baixa magnitude na área do vulcão Cumbre Vieja. Dos numerosos eventos sísmicos detectados, mais de 1100 sismos foram localizados" até ontem. Segundo o Instituto Vulcanológico das Canárias os hipocentros "estão localizados debaixo do vulcão Cumbre Vieja geralmente a profundidades entre 9 e 12 km, embora no último dia haja alguns sismos localizados a uma profundidade inferior a 5 km". 

A magnitude máxima observada até agora foi de 3,4 na escala de Richter. 

"Nos últimos anos, o vulcão Cumbre Vieja experimentou 10 eventos sísmicos, incluindo o que começou este sábado passado (1 em 2017, 1 em 2018, 5 em 2020 e 3 em 2021). Os terramotos deste último enxame são mais rasos do que os anteriores enxames sísmicos, onde a profundidade variava entre 20 e 30 km". 

Apesar do baixo nível de alerta recomendado pelas autoridades de protecção civil das Canárias o Instituto Vulcanológico de Canárias destaca que "sem dúvida, o actual enxame sísmico representa uma mudança significativa na actividade do vulcão Cumbre Vieja e está relacionado com um processo de intrusão magmática sob a ilha de La Palma". 

 A última vez que o vulcão Cumbre Vieja entrou em erupção foi na década de 1970.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Andre Amaral,17 set 2021 12:14

Editado porAndre Amaral  em  23 out 2021 6:19

1

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.