Rússia vai acompanhar com atenção os trabalhos da cimeira da NATO

PorExpresso das Ilhas, Lusa,9 jul 2024 8:24

A Presidência russa disse hoje que vai acompanhar a abertura da cimeira da NATO em Washington com "a maior atenção", porque "a Aliança Atlântica considera a Rússia como inimigo".

"[A NATO] é uma aliança que considera a Rússia inimiga e adversária. Uma aliança que já declarou abertamente, em várias ocasiões, que tem como objectivo provocar uma derrota estratégica à Rússia no campo de batalha. É por isso que vamos seguir a retórica das conversações (...) com a maior atenção", declarou o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, em conferência de imprensa.

Os trabalhos da Cimeira da Organização do Tratado do Atlântico Norte começam hoje e prolongam-se até quinta-feira.

A Aliança Atlântica alargou-se a 32 Estados, incluindo a Finlândia e a Suécia, desde o início do ataque russo em grande escala à Ucrânia em 2022.

A cimeira de Washington deve confirmar o apoio à Ucrânia sendo que o encontro é igualmente marcado pela incerteza política que antecede as eleições presidenciais norte-americanas, em Novembro.

Os aspectos sobre o reforço da Defesa e do financiamento da própria organização são temas que previsivelmente vão ser discutidos pelos representantes dos 32 países.

A NATO têm prestado ajuda militar à Ucrânia desde o início do conflito, mas Kiev considera a ajuda como insuficiente para expulsar o Exército russo do território.

O Presidente Volodymyr Zelensky, que vai participar na cimeira, deve fazer um novo apelo aos aliados ocidentais para que sejam disponibilizados mais sistemas de defesa aérea, na sequência dos últimos ataques a várias cidades ucranianas que causaram pelo menos 37 mortos e 150 feridos, incluindo num hospital pediátrico em Kiev.

Peskov reafirmou hoje a posição russa sobre os acontecimentos de segunda-feira garantindo que a Rússia não está a realizar "quaisquer ataques contra alvos civis" na Ucrânia.

Kiev afirma que um míssil russo atingiu o hospital pediátrico de Okhmatdyt, na capital, na segunda-feira.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,9 jul 2024 8:24

Editado porAndre Amaral  em  22 jul 2024 9:20

pub.

pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.