​Orla da Cidade Velha requalificada até Junho de 2019

PorExpresso das Ilhas, Lusa,15 nov 2018 8:52

A orla marítima da Cidade Velha será requalificada até Junho do próximo ano, quando se assinalam os dez anos da elevação do local a Património Mundial da Humanidade, conforme projecto apresentado ontem pelo autarca da cidade. Recuperação do espaço prevê a introdução de novas valências.

Segundo o presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago, Manuel de Pina, a requalificação vai abranger toda a costa da Cidade Velha, começando pela parte baixa que em Setembro foi destruída pelo mar, durante a tempestade que atingiu o arquipélago.

As obras, previstas para arrancar no início do próximo ano, vão prosseguir durante toda a costa do sítio histórico, até à antiga Esplanada Mar e Mar, que está em ruínas.

"A intervenção é para requalificar a zona, numa perspectiva de montar um roteiro turístico que vem desde o Porto de Santo António até ao outro lado da cidade, que é São Brás", precisou Manuel de Pina, informando que as obras estão orçadas em 40 milhões de escudos, valor financiado pelo Fundo do Turismo.

Ao longo do litoral serão construídos miradouros com vistas para o mar, zonas de permanência e de contemplação, bares, parques infantis, pracetas, acessos e zonas verdes.

Segundo o edil, a intervenção vai resolver, ainda, questões de saneamento e dos animais no sítio e fazer com que outras áreas marítimas que actualmente não são acessíveis ao público sejam mais visitáveis.

"A imagem da Cidade Velha vai mudar radicalmente", salientou o edil, afirmando que os primeiros beneficiários serão as pessoas que vivem no centro histórico, cujas famílias terão um programa para melhorar as suas condições de vida e mais oportunidades de negócio.

O projecto, elaborado pelo gabinete técnico da Câmara Municipal, está neste momento em fase de debate, esclarecimentos, socialização e recolha de sugestões, e o concurso público nacional será lançado ainda esta semana.

Manuel de Pina disse que a perspectiva da autarquia é ter as obras concluídas antes de Junho do próximo ano, altura em que Cidade Velha comemora 10 anos da elevação a Património Mundial da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Ciência, Educação e Cultura (UNESCO).

O presidente da câmara disse que depois serão feitas outras intervenções na Cidade Velha, por considerar que o sítio histórico ainda "tem muito caminho a andar a nível de apresentação".

A Cidade Velha é o principal destino turístico-cultural da ilha de Santiago e o terceiro local mais visitado a nível nacional, por cerca de 100 mil pessoas anualmente, na sua maioria estrangeiras.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,15 nov 2018 8:52

Editado porFretson Rocha  em  23 mai 2019 23:22

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.