Cerca de 30 mil euros arrecadados na campanha #BeiraNoCoração

PorSheilla Ribeiro,13 dez 2019 7:27

Encerrou esta quinta-feira a campanha de angariação de fundos do movimento #BeiraNoCoração. O movimento conseguiu cerca de 30 mil euros, que podem ainda aumentar com a venda dos bens arrecadados.

A Primeira-dama, Lígia Fonseca, fez balanço positivo da campanha, considerando que tratam- se de participações da sociedade civil. Entretanto, conforme avançou, a campanha foi encerrada devido às necessidades internas do país, para se “ajudar as organizações e as pessoas internamente”.

Até ao encerramento, a campanha conseguiu cerca de 30 mil euros e bens. Esses bens serão agora vendidos e os valores arrecadados  reverterão a favor da campanha. As vendas, segundo a mesma fonte, podem ser feitas através de leilões, rifas ou outras actividades que possam vir a ser realizadas, resultando em aumento do valor conseguido.

“Neste momento estamos com quase cerca de 30 mil euros que nós pretendemos associar a qualquer outra instituição que realiza um projecto de alojamento, ou de reconstrução de uma escola, de qualquer infraestrutura que se mostre necessária para o bem-estar das crianças”, informou.

O fundo, de acordo com Lígia Fonseca, não será entregue de imediato até que se tenha a certeza de que não haverá desvios para outra situação que não seja o projecto que se decidir ajudar. Sublinhou ainda que o encerramento da campanha consiste em tornar claro qual os montantes já arrecadados e que se está a fazer um esforço de identificar o projecto que receberá a ajuda. Assim que for identificado, continuou, será comunicado.

Almoço solidário em Nice Kriola, concertos beneficentes em Itália e Dress Up for #BeiraNocoração nos EUA, foram alguns dos eventos beneficentes realizados.

No mês de Março, a Primeira-dama deu início a campanha de angariação de fundos através do movimento civil #BeiraNoCoração. O objectivo é beneficiar crianças na cidade da Beira, Moçambique, destruída pelo ciclone Idai.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sheilla Ribeiro,13 dez 2019 7:27

Editado porSheilla Ribeiro  em  1 jun 2020 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.