Praia prepara mais "camas" para receber doentes de COVID-19

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,18 mai 2020 7:29

O Estádio Nacional disponibilizou, este domingo, um novo bloco que contém mais 40 camas que irá acolher novos infectado pelo novo coronavírus. Além destas instalações, também o Pavilhão Desportivo Vavá Duarte está à disposição das autoridades de saúde para receber pacientes com COVID-19 e ajudar a combater a doença.

As novas instalações disponibilizadas pelo Estádio Nacional foram recebidas este domingo, pela delegacia de saúde da Praia.

Em declarações à imprensa, a delegada, Ulardina Furtado, adiantou que perante o aumento de número de casos na capital do país, acharam por bem ter disponível mais uma estrutura, caso venha a ser necessário, para não serem apanhados de surpresa.

“Para não ficarmos desprevenidos estamos a preparar-nos para que tenhamos lugares para receber mais pessoas”, referiu, explicando que a estrutura é semelhante ao primeiro bloco e tem todas as condições necessárias para acolher os pacientes infectados com o novo coronavírus.

Para montar essa nova estrutura, avançou que tiveram de adquirir novas camas.

“Neste momento temos 96 doentes, e mais 40 camas neste novo bloco, e em termos de espaço temos capacidade para colocar mais, só nos falta mesmo é mobiliários, que serão adquiridos à medida da necessidade”, acrescentou.

Entretanto revelou que actualmente existem quatro hospitais de campanha, nomeadamente a Escola de Hotelaria e Turismo, o Estádio Nacional, a Cruz Vermelha e o Hospital da Trindade, que foi adaptado porque mais de 30 pessoas entre pacientes, técnicos e funcionários estão infectados.

Ulardina Furtado considera que os hospitais de campanha, montados no âmbito do combate do novo coronavírus, têm funcionado “muito bem”, já que a pandemia tem afectado todo o mundo e para um país como Cabo Verde, que tem algumas dificuldades sobretudo no sector da saúde a nível técnico, financeiro e de vários recursos, a Praia tem-se saído muito bem.

“Penso que com o trabalho de equipa, de várias instituições que se juntaram para que possamos ter estruturas como esta, temos muito bem organizado os hospitais de campanha”, mencionou.

A delegada de saúde explicou ainda que, na medida do possível, os pacientes têm tido tudo aquilo que é necessário, sendo que a estrutura dispõe de médicos, enfermeiros, alimentação, produtos de higienização, de limpeza, o que tem permitido dar uma resposta adequada a essa situação.


Gimno desportivo Vavá Duarte também disponível

Também o Pavilhão Desportivo Vavá Duarte está à disposição das autoridades de saúde para receber pacientes com COVID-19 e ajudar a combater a doença, adiantou este domingo o gestor da estrutura desportiva, Orlandinho Mascarenhas.

No momento em que a capital do país continua a registar o aumento de número de casos do novo coronavírus, o responsável explicou que a ideia é disponibilizar a infra-estrutura desportiva para albergar doentes para tratamento e não sobrecarregar os quatro hospitais de campanha.

“Foi feita uma visita à estrutura no último sábado, acredito que há que estar a frente dos acontecimentos, e daqui a pouco o Estádio Nacional vai estar com a capacidade lotada e há que prever e criar espaços caso for necessário ser utilizado”, afirmou.

Orlandinho Mascarenhas, que falava aos jornalistas durante a entrega das novas instalações, no Estádio Nacional, disse que essa nova estrutura tem todas as condições para receber pessoas infectadas, e segue com as recomendações das autoridades de saúde.

O gestor adiantou que neste momento para os pacientes, o Estádio Nacional tem disponível cerca de 140 camas divididas em três blocos, duas alas com quatro salas e 24 camas para a equipa médica, enfermeiros, serventes e uma outra ala que recebe o staff das forças armadas.

Segundo avançou, as pessoas que aí trabalham e têm ligação directa ou indirectamente com os pacientes têm feito a quarentena nessa mesma estrutura desportiva.

O gestor daquela infra-estrutura desportiva assegurou que todas essas alas podem ser ampliadas de acordo com a necessidade das autoridades de saúde.

Conforme acrescentou, a segurança externa do estádio foi reforçada com a Polícia Nacional, Forças Armadas, e com agentes de segurança privada.

Cabo Verde, segundo o Ministério da Saúde, contabiliza neste momento 328 casos acumulados de COVID, 84 recuperados e três óbitos.

Os casos de infecção activa, de acordo com a nota governamental, continuam em isolamento e com evolução favorável.

A ilha de Santiago conta com um total de 269 casos confirmados, dos quais 262 no município da Praia, quatro em São Domingos, dois no concelho do Tarrafal, e um em Santa Cruz, que se juntam a 56 na ilha da Boa Vista e três na ilha de São Vicente (todos recuperados).

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,18 mai 2020 7:29

Editado porSara Almeida  em  18 mai 2020 17:22

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.