MpD considera que manifestações sindicais exigindo o cumprimento das promessas feitas pelo Governo são “partidárias”

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,6 mar 2021 16:24

O vice-presidente do Movimento para a Democracia, Fernando Elísio Freire, afirmou que a manifestação promovida este sábado pela UNTC-CS, exigindo o cumprimento das promessas feitas pelo Governo, visa satisfazer as necessidades “de um determinado partido”.

Fernando Elísio Freire fez estas declarações hoje, durante uma conversa aberta com os jovens da cidade da Praia, promovida pela Juventude para a Democracia (JpD), que teve como intuito abordar as questões que afligem os jovens, bem como recolher subsídios para as políticas públicas para o sector no novo ciclo que se avizinha. 

Para o vice-presidente do partido que sustenta o Governo, a manifestação promovida pela União Nacional dos Trabalhadores de Cabo Verde, (UNTC-CS) é partidária, sem, no entanto, especificar de que partido se trata. 

“Quando vimos a realização de manifestações sindicais a pedirem aumento salarial a esse nível que estão a pedir, o cumprimento das promessas feitas pelo Governo que efectivamente não cumpriu algumas, quando vimos manifestação no sentido de satisfazer necessidade de um determinado partido, vimos claramente que não são manifestações sindicais, mas, sim, manifestação partidária por causa das eleições legislativas”, declarou.  

Reconheceu a importância da liberdade de expressão e da democracia, frisando, entretanto, que agora é o momento de união para o país vencer a luta contra a COVID-19, tendo como garantia de um caminho “seguro” e “prospero” o Movimento para a Democracia e Ulisses Correia e Silva como primeiro-ministro.

A UNTC-CS promoveu esta manhã a manifestação dos sindicatos de Santiago, para mostrar o descontentamento dos trabalhadores pelo “não cumprimento das promessas” pelo Governo.

Durante o percurso, os manifestantes gritaram e ergueram cartazes com frases como “exigimos contracto digno”, “mais emprego para os jovens”, “pela dignificação do trabalhador cabo-verdiano”, “exigimos reposição do poder de compra”, “mais respeito pelos trabalhadores”, e “aposentação digna para saúde”, entre outros dizeres. 

A secretária-geral da central sindical, reagindo às acusações de que se trata de uma manifestação partidária, considerou que são “falsas” as afirmações de que o Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) está por trás desta manifestação, e sublinhou que desde início, a UNTC-CS mostrou a missão reivindicava e de luta pelos direitos dos trabalhadores.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,6 mar 2021 16:24

Editado porDulcina Mendes  em  5 dez 2021 23:20

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.