Sal e Boa Vista intensificam vacinação a partir de 13 de Junho

PorSheilla Ribeiro,4 jun 2021 14:23

O ministro da Saúde avançou hoje que no dia 11 de Junho partirá para as ilhas do Sal e da Boa Vista uma equipa de reforço no processo de vacinação nas ilhas do Sal e da Boa Vista com o objectivo de acelerar o processo de vacinação e recuperar o turismo.

Arlindo do Rosário falava hoje à imprensa no aeroporto internacional da Praia, depois de receber 31,200 doses da vacina AstraZeneca doadas pela França no âmbito da COVAX.

“No mês de Junho iremos acelerar o processo de vacinação em todas as ilhas. Iremos avançar com a população nas ilhas do Sal e da Boa Vista com maior intensidade. Digamos que as condições estão reunidas no sentido de fazermos um bom combate a essa pandemia”, disse.

Conforme esclareceu, as equipas de vacinação daquelas ilhas já estão a receber a formação, enfermeiros já estão a receber a devida capacitação devendo partir, no dia 11 , para Sal e Boa Vista e iniciar de forma mais célere a vacinação da população, já no dia 13 de Junho.

O ministro da Saúde apelou ainda a população das duas ilhas para aderirem à vacinação que, conforme garantiu, será feita de forma “muito organizada”, evitando as aglomerações.

Arlindo do Rosário informou ainda que no próximo dia 8, o país receberá 100 mil doses de vacinas doadas pela Hungria. Quanto às vacinas da China, afirmou, ainda não há uma data certa de chegada.

“Neste momento, a nível nacional o programa da vacinação está a decorrer muito bem, cerca de 26.700 pessoas já receberam pelo menos a primeira dose de vacina, incluindo a AstraZeneca e a Pfizer. A meta é atingir 70% da população vacinada até o final do ano e estamos fortemente engajados para que esta meta seja atingida”, declarou.

Por sua vez, o embaixador da França em Cabo Verde, Olivier Serot Almeras, assegurou que a França pretende continuar a trazer um apoio concreto ao povo cabo-verdiano como já tem feito para todo o continente africano.

Olivier Serot Almeras reiterou o apoio do seu país ao governo cabo-verdiano na gestão da crise.

A presidente da região de Africa da AstraZeneca, Barbara Nel, disse, através de um comunicado, que aquela vacina representa, neste momento, 96% do fornecimento à COVAX com mais de 71 milhões de doses entregues aos 126 países que a integram e onde se incluem mais de 38 países do continente Africano.

“Estou extremamente feliz por ver chegar hoje mais 31,200 doses da vacina contra a COVID-19 da AstraZeneca à cidade da Praia”, escreveu.

Desde 19 de Março deste ano Cabo Verde já vacinou cerca de 26 mil pessoas. O país já tinha recebido 24 mil doses da vacina contra a COVID-19 da AstraZeneca em 12 de Março e 5.850 da Pfizer dois dias depois, no âmbito do mecanismo Covax, iniciativa fundada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) que visa garantir uma vacinação equitativa contra o novo coronavírus.

image

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sheilla Ribeiro,4 jun 2021 14:23

Editado porSheilla Ribeiro  em  21 set 2021 23:21

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.