Banco Mundial concede apoio de 10 milhões de dólares para vacinação em Cabo Verde

PorExpresso das Ilhas,10 jul 2021 13:17

22% da população adulta cabo-verdiana já recebeu pelo menos uma dose da vacina
22% da população adulta cabo-verdiana já recebeu pelo menos uma dose da vacina

O Projecto de Resposta de Emergência COVID-19 de Cabo Verde ajudará a reforçar o sistema de vacinação e os sistemas nacionais de preparação em matéria de saúde pública.

O Banco Mundial aprovou um financiamento adicional de 10 milhões de dólares da Associação Internacional de Desenvolvimento (IDA) para permitir acesso seguro, acessível e equitativo às vacinas COVID-19 e assegurar a vacinação eficaz em Cabo Verde.

Cabo Verde foi o primeiro país em África a beneficiar de um apoio do Banco Mundial para a distribuição de vacinas para combater a pandemia. “Apesar do forte empenho do Governo, a disponibilidade de vacinas tem sido um enorme constrangimento. A vacinação em Cabo Verde é crucial para a retoma do turismo e, consequentemente, para a recuperação económica do país, gravemente afectado pela pandemia com uma contracção do PIB de 14,8% em 2020", disse Eneida Fernandes, Representante Residente do Banco Mundial.

Segundo o comunicado do Banco Mundial, este novo financiamento ajudará o governo a atingir a sua meta nacional de vacinação de 70% da população até Dezembro de 2021, através do apoio à aquisição e distribuição de doses adicionais de vacinas COVID-19 para cerca de 130.000 pessoas.

Com este financiamento adicional, o apoio fornecido pelo Projecto de Resposta de Emergência COVID-19 de Cabo Verde ascende a um total de 20,94 milhões de dólares. "Este apoio fornecerá financiamento adicional para adquirir e distribuir vacinas contra COVID-19, de forma a contribuir para alcançar a meta do Governo de vacinar 100% da população adulta, e a reforçar as capacidades relevantes do sistema de saúde para implementar uma vacinação bem sucedida", disse Edson Correia Araújo, Líder da Equipa de Intervenção do Banco Mundial.

A vacinação contra a COVID-19 em Cabo Verde começou a 19 de Março, dando prioridade às pessoas com 60 anos de idade ou mais e aos trabalhadores essenciais, e em Junho foi alargada a todos os adultos com mais de 18 anos de idade. A 1 de Julho, 22% da população adulta tinha recebido pelo menos uma dose da vacina.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,10 jul 2021 13:17

Editado porJorge Montezinho  em  22 set 2021 23:21

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.