​SIACSA alerta para “deterioração” da situação laboral em São Vicente

PorLourdes Fortes, Rádio Morabeza,5 nov 2021 16:38

O Sindicato de Indústria Geral, Alimentação, Construção Civil, Serviços (SIACSA) denuncia o “agravamento” do ambiente laboral em São Vicente e pede a intervenção da Direcção Geral do Trabalho (DGT) em questões identificadas como capazes de configurar casos de “violação laboral”.

Alerta feito hoje, em conferência de imprensa, pelo representante sindical no Mindelo, Heidy Ganeto, que justifica a posição com o despedimento de trabalhadores, ameaças e intimidação.

“A situação laboral em São Vicente é péssima, os trabalhadores estão com medo, há muita perseguição, os trabalhadores não podem reclamar e as instituições que devem trabalhar para fazer cumprir os direitos dos trabalhadores estão lentas. O pessoal tem medo em dar a cara, mas estão a sofrer”, assegura.

“A situação, que já era preocupante, agravou-se ainda mais, sobretudo na conserveira [Frescomar] que faz e desfaz-se da lei com despedimentos de centenas de trabalhadores mesmo em tempo de lay-off”, acrescenta.

Do mesmo modo, o SIACSA aponta alegadas violações dos direitos dos trabalhadores na empresa ICCO que, conforme explica, “tem feito despedimentos ilegais e de forma recorrente”.

Por outro lado, o despedimento de trabalhadores na empresa de segurança privada Sepricav é outra questão que preocupa o sindicato, que estranha o silêncio da DGT e da Inspecção-geral do Trabalho.

O sindicato anunciou a possibilidade de realização de uma manifestação em São Vicente, ainda sem data marcada, para alertar para a situação laboral e o descontentamento dos trabalhadores nos diferentes sectores de actividade.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Lourdes Fortes, Rádio Morabeza,5 nov 2021 16:38

Editado porAndre Amaral  em  1 dez 2021 13:19

pub.

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.