Olavo Correia anuncia lei para garantir condições de transporte para todas as ilhas

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,25 jun 2021 7:12

O ministro das Finanças disse esta quinta-feira, no Mindelo, que o Governo vai criar uma lei para garantir que a mobilidade entre as ilhas “não seja um factor de restrição” no processo de desenvolvimento de Cabo Verde.

Olavo Correia falava à imprensa durante uma visita que efectuou aos projectos de empresários nacionais e estrangeiros no domínio do turismo e das indústrias criativas que estão a ser criados em São Vicente.

Segundo o governante, esta é uma matéria que está no topo da agenda do Governo porque os transportes são uma condição fundamental na promoção do desenvolvimento económico das ilhas.

A preocupação, explicou, é criar as condições de mobilidade a nível dos transportes marítimos, aéreos e terrestres porque Cabo Verde é uma economia pequena e é preciso ter o mercado unificado, entre si, e com o resto do mundo.

“Estamos a trabalhar, todos, o Governo, o ministro dos Transportes, a área das Finanças para que os desafios com os quais estamos confrontados, em matéria de mobilidade, possam ser levantados, resolvidos e ultrapassados”, garantiu sem levantar o véu sobre os pormenores dessa lei.

Olavo Correia diz-se também convencido de que ao aumentar a disponibilidade de camas, com criação de estabelecimentos hoteleiros, e produtos de atracção turística em São Vicente haverá mais disponibilidade de voos.

“Vamos criar soluções para que os transportes não sejam uma restrição. Pelo contrário seja mais um atractivo na promoção de São Vicente enquanto destino turístico”, explicou o ministro das Finanças, que pretende visitar o projeto da aquacultura Nortuna, esta que diz esperar que seja “um sucesso” para poder atrair novos investidores da Noruega e de outros países interessados em investir em Cabo Verde.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,25 jun 2021 7:12

Editado porAndre Amaral  em  27 nov 2021 23:21

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.