Presidente da República promulga Sistema de Informação da Justiça

PorExpresso das Ilhas, Lusa,27 mar 2024 7:55

José Maria Neves anunciou esta terça-feira a promulgação da lei que cria o Sistema de Informação da Justiça (SIJ), após ter pedido a fiscalização do Tribunal Constitucional, que não colocou entraves à entrada em vigor.

O Presidente da República entendeu que a lei podia “beliscar o princípio da separação de poderes” ao atribuir “a administração estratégica e operacional do SIJ, a um instituto público que irá funcionar sob superintendência do membro do Governo responsável pela área da justiça”, referiu em comunicado.

No entanto, o Tribunal Constitucional decidiu “não se pronunciar pela inconstitucionalidade” da atribuição “de gestão tecnológica e operacional do sistema a um instituto público” sob alçada da tutela da justiça, acrescentou, no documento divulgado pela Presidência da República.

Ainda segundo o comunicado, a lei foi promulgada no sábado.

A ministra da Justiça cabo-verdiana, Joana Rosa, disse, em Dezembro, no parlamento, durante a aprovação da lei que criou o SIJ, que o sistema vai ser gerido por um instituto, mas a administração dos processos continuará a cargo dos tribunais - isto depois de o Conselho Superior de Magistratura Judicial (CSMJ) de Cabo Verde ter reclamado para si essa gestão.

"Os magistrados não estão preparados para acompanhar um sistema de informação", justificou, explicando que este deverá ser gerido por um instituo semelhante ao que acompanha o portal eletrónico Citius da justiça portuguesa.

A plataforma  foi desenvolvida pela Universidade de Aveiro, em Portugal, sob coordenação do Ministério da Justiça cabo-verdiano, que decidiu criar o seu próprio sistema de raiz.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,27 mar 2024 7:55

Editado porSara Almeida  em  16 abr 2024 22:20

pub.

pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.