Ucrânia diz que repeliu mais de 50 ataques russos nas últimas 24 horas

PorExpresso das Ilhas, Lusa,16 out 2023 8:08

A Ucrânia disse hoje que repeliu mais de 50 ataques russos nas últimas 24 horas em Avdivka, Marinka, Kupiansk e Bakhmut, na frente Leste, onde a Rússia intensificou a ofensiva para recuperar a iniciativa na guerra.

"Com o apoio da aviação, o inimigo levou a cabo, sem sucesso, acções de assalto" no eixo de Avdivka, pode ler-se no relatório do Estado-Maior de Kiev, que acrescenta que "os soldados ucranianos repeliram mais de 15 ataques inimigos" nesta secção da linha de contacto na província de Donetsk.

Avdivka está no centro dos esforços russos para reconquistar território.

Na zona de Marinka, cerca de 40 quilómetros a sudoeste de Avdivka, "as forças armadas ucranianas repeliram" também "mais de 15 ataques inimigos", refere-se no relatório militar de Kiev.

O mesmo número de ataques russos foi impedido pelas tropas ucranianas na frente de Kupiansk, no segmento nordeste da linha de contacto, onde a Rússia terá destacado mais de 100.000 soldados nos últimos meses, segundo fontes ucranianas.

Também se registaram ataques russos frustrados perto das cidades de Klishkivka e Andrivka, situadas a sul de Bakhmut e recapturadas pelas tropas ucranianas no outono. A Rússia está a tentar recuperar os territórios perdidos nesta zona e lançou cinco ataques, que Kiev também afirma ter repelido.

O mesmo terá acontecido, segundo o Estado-Maior, na frente sul, na província de Zaporiyia, onde a Ucrânia concentrou a sua contra-ofensiva. "O adversário fez quatro tentativas infrutíferas para recuperar a posição perdida perto de Robotine", diz o relatório, referindo-se à última cidade recapturada, no final de Agosto, pela Ucrânia.

Segundo a Ucrânia, a Rússia está a perder cerca de mil soldados por dia e grandes quantidades de equipamento militar nestas tentativas de conquistar ou recapturar novos territórios.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,16 out 2023 8:08

Editado porAndre Amaral  em  19 abr 2024 23:28

pub.

pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.