Edição 1133

PorExpresso das Ilhas,16 ago 2023 0:02

​Agosto é mês escolhido por muitos cabo-verdianos que vivem fora, para voltarem a Cabo Verde. Manchete esta semana para os Emigrantes em Férias, e o impulso económico que trazem para os municípios e o país.

Enquanto o período de férias se desenrola, emigrantes que voltam à sua terra natal reencontram não só as suas raízes e entes queridos, mas também fornecem um impulso económico valioso que beneficia tanto os municípios quanto a nação como um todo. A chegada destes visitantes sazonais revigora não apenas o sector do turismo, mas também dinamiza uma variedade de indústrias, desde a gastronomia até ao rent-a-car e o entretenimento, impulsionando o consumo e criando um efeito positivo em cadeia que reverbera por todo o país.

Na série de entrevistas sobre a Regulação em Cabo Verde que o Expresso das Ilhas tem vindo a fazer, esta semana falamos com Emanuel Barbosa, PCA da Autoridade da Concorrência. “Os consumidores têm de pagar pelo que consomem e não pelas ineficiências das empresas”, defende.

A Autoridade da Concorrência foi instituída pelo Decreto-Lei n.º 21/2022, de 10 de Junho, que também aprovou os estatutos. É uma pessoa colectiva de direito público, com natureza de entidade administrativa independente, gozando de independência orgânica, funcional e técnica. A AdC tem como principal missão assegurar a aplicação das regras de promoção e defesa da concorrência, com o objectivo de conseguir o funcionamento eficiente dos mercados, a boa afectação dos recursos e os interesses dos consumidores. É dotada de amplos poderes de regulamentação, de supervisão e sancionatórios aplicáveis às empresas públicas e privadas, em todos os sectores do comércio, indústria e serviços. Em particular, cabe à AdC investigar e decidir processos sancionatórios em matéria de práticas restritivas da concorrência (como acordos do tipo cartel ou abusos de posição dominante), bem como aprovar ou proibir as operações de concentração de empresas que sejam sujeitas a notificação prévia. Em Setembro do mesmo ano, Emanuel Barbosa, antigo deputado do MpD, é nomeado presidente da agência. O responsável dá ao Expresso das Ilhas a primeira entrevista desde que assumiu o cargo.

Destaque ainda para uma outra entrevista. A Associação de Armadores de Pesca de Cabo Verde (APESC) tem um novo presidente. Eleito em Julho, Susano Vicente quer reposicionar a organização, conferindo-lhe uma nova “identidade estratégica”. Para a classe, reivindica melhores condições, nomeadamente a ambicionada renovação da frota, um estaleiro moderno e melhores equipamentos a bordo das embarcações existentes.

O relatório do Banco de Cabo Verde sobre o estado da economia confirma o valor histórico de crescimento económico em Cabo Verde: 17,7% em 2022. O governador do BCV Óscar Santos prevê que o país continue a crescer de forma moderada em 2023 e 2024 e, em entrevista à TCV, disse não concordar com a apreciação do Banco Mundial sobre o esgotamento do modelo de desenvolvimento do arquipélago.

Da economia para o ambiente. Uma expedição do Projecto ResilienSEA realizada ao longo da costa marítima, entre a praia da Gambôa e o ilhéu de Santa Maria, identificou um extenso e saudável prado de uma espécie rara de erva marinha chamada Holodule wrightii. A bióloga marinha Edita Magileviciute sublinha que a descoberta é uma arma eficiente no combate às mudanças climáticas. Veja a reportagem sobre o chamado “carbono azul”.

Na semana passada, Cabo Verde perdeu uma das referências do seu violão. Chamada ainda na primeira página para o artigo de Homenagem intitulado “Lágrimas e dor por Humbertona".

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,16 ago 2023 0:02

Editado porSara Almeida  em  28 fev 2024 23:28

pub.

pub.

pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.