“Entidades gestoras de direitos de autor e conexos devem angariar mais associados”, Abraão Vicente

PorDulcina Mendes,26 jun 2020 18:02

O ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente disse hoje que as entidades gestoras de direitos de autor e conexos devem fazer um trabalho de angariar mais associados ou contratos de representação.

Abraão Vicente fez essa afirmação, numa vista que efectuou a Sociedade Cabo-verdiana de Música (SCM), onde disse que nenhuma sociedade pode cobrar por artistas que não representam. 

Segundo o governante a Sociedade Cabo-verdiana de Música tem feito um trabalho muito forte, através dos critérios internacionais.

Para a tutela, com a lei das entidades gestoras fica praticamente vetada a ideia de ser optativo o pagamento dos direitos do autor. “Entramos numa nova fase, com a organização a este nível de uma entidade de gestão dos direitos de autor e conexos”.

Abraão Vicente reforçou ainda que não é uma opção pagar ou não os direitos de autor. “Os direitos de autor são direitos que devem ser pagos, porque pertencem a privados”.

O governante acrescentou que o Governo tem estado a criar todas as condições para que as entidades gestoras, “neste caso a Sociedade Cabo-verdiana de Música (SCM) que está a fazer um trabalho extraordinário, não só de empoderamento e de previsibilidade, mas de criação das condições técnicas para que essa gestão seja feita de uma forma credível, visível e padronizada com os critérios internacionais e, que merece da parte do Estado o reconhecimento e engajamento para que esse trabalho seja feito ao mais alto nível”.

Por outro lado, afirmou que todos os artistas, criadores e a sociedade civil precisam entender a essência do trabalho das sociedades gestoras dos direitos de autor e direitos conexos.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,26 jun 2020 18:02

Editado porSara Almeida  em  16 jul 2020 15:19

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.