“A criação de um Dia Internacional da Língua Portuguesa deve servir para a sua promoção”

PorDulcina Mendes,5 mai 2021 10:54

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca considera que a criação de um Dia Internacional da Língua Portuguesa deve servir para a sua promoção, divulgação e ensino, em redes de escolas, universidades e leitorados, espalhados pelo mundo.

Jorge Carlos Fonseca na sua mensagem alusiva ao Dia Internacional da Língua Portuguesa que se celebra hoje, 5 de Maio, escreve que a língua portuguesa ganhou matizes na sua prática diária, enrolada e pronunciada por dezenas de milhões de pessoas, em todas as profissões e latitudes. “Foi assim ao longo de séculos, nesse caldo de formação, e é também agora, neste mundo digital, que nos rodeia”.

“O facto de ser a quinta ou a sexta língua mais utilizada na internet permite-nos chegar talvez mais longe do que alguma vez sonhámos. Abre-nos a porta para um maior conhecimento e potencia ainda mais as possibilidades de crescimento económico, aumento do espaço político e afirmação cultural”, frisa.

Jorge Carlos Fonseca assegura que a diversidade de povos e culturas que utilizam este idioma funciona como grande poder atractivo para estudantes e empresários, entre outros, de várias partes do mundo. “Ela é o maior garante da perenidade das nossas culturas, aquelas que se manifestam e se exprimem em português”.

“A música e, sobretudo, a literatura são a forma por excelência da sua disseminação a nível mundial, desde os seus falantes naturais, como para aqueles que a querem aprender. Mas também noutras artes e na ciência, na investigação, na criação do conhecimento”, afirma.

Por outro lado, a língua portuguesa é uma língua viajante. “Andarilha. Dessa pequena interioridade inicial, ela expandiu-se e ganhou horizontes claros e abertos. Fez-se mar, ilhéu e continental tropical”.

"Nomeou cabos e rios, cutelos e achadas, lagos e lagoas, calhetas e tapadas. Ligou povos, culturas e civilizações, cruzou oceanos, numa fala contínua de valores, sonoridades e ambição. Com ela construímos quotidianos e paixões, sonhos de liberdade e esperança. Ao seu sabor, fomos chegando a esta Comunidade, que tem como primordial a sua cultura e os laços comuns, históricos e fraternais”, acrescenta.

O Chefe do Estado disse ainda que está convencido de que a esta língua feita e enriquecida em tons do sul, de sabores do sul, paisagens do sul, do sul da Europa ao sul do Planeta, está reservado um futuro promissor, uma via de sucesso, na sua riqueza e diversidade, nas várias línguas portuguesas e sotaques que existem nela.  

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,5 mai 2021 10:54

Editado porAndre Amaral  em  19 jun 2021 23:21

pub.
pub.
pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.