Cabo Verde cancela todas as competições desportivas

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,8 mai 2020 16:09

As federações desportivas nacionais reuniram-se hoje com o ministro do Desporto e decidiram, por unanimidade, pelo cancelamento de todas as competições desportivas referente a temporada 2019/20, como medida de segurança sanitária dos agentes desportivos, particularmente dos atletas.

O ministro do Desporto, Fernando Elísio Freire, anunciou esta medida à imprensa no final do encontro realizado através de videoconferência, tendo afirmado que perante o “exigente protocolo sanitário” que é preciso garantir numa competição desportiva, as federações foram ao encontro da sugestão governamental para tal efeito.

“Todas as federações concordaram em cancelar as respectivas épocas desportivas”, explicitou Fernando Elísio Freire, salvaguardando que somente a Federação Cabo-verdiana de Xadrez, por ter a época desportiva coincidente com o ano civil, continuará a disputar o campeonato online, já que neste caso não há perigo para a segurança sanitária e para a saúde pública.

Ainda assim ficou incumbida a esta federação nacional a responsabilidade de, a partir de Outubro, se tiver condições, terminar a época numa única sessão que lhe permita encerrar a época desportiva em Dezembro.

O governante justificou a decisão do cancelamento das provas como determinante, porquanto o protocolo sanitário “é extremamente exigente”, sobretudo ao nível do balneário, transporte e o cumprimento das regras para os atletas e para os clubes.

Neste caso particular, o Governo disse assumir todas as responsabilidades, alegando que prefere ir por excesso do que por defeito, isto é, trabalhar com “chance zero ou mínima da propagação do vírus”, de forma a permitir que na próxima época, com a situação controlada e conhecimento adequado do vírus, a actividade competitiva possa regressar à normalidade.

O governante afirmou que já não fazia sentido a retoma das competições, uma vez que os atletas já estão parados há cerca oito semanas pelo que, prognosticou, retomar as actividades sem garantia de uma segurança sanitária a 100 por cento (%) não é aconselhável.

Fernando Elísio Freire clarificou que o cancelamento dos campeonatos não implica a suspensão de actividades desportivas, pelo que desde que se cumpram as regras de distanciamento social, sanitárias, os treinos individuais podem ocorrer num quadro que será definido a partir da próxima semana pelo Governo.

O ministro considerou que a medida é extensiva às provas internacionais, já que pelo cancelamento das épocas o País teve como referencial o cancelamento dos Jogos Olímpicos e o Campeonato Mundial de Andebol, transferidos para 2021, assim como as actividades internacionais a nível do futebol e do basquetebol.

Realçou ainda que todas as acções de todas as outras modalidades como voleibol e ginásticas, de entre outras, acontecerão em 2021, pelo que em 2020 Cabo Verde não terá nenhuma representação internacional.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,8 mai 2020 16:09

Editado porSara Almeida  em  28 mai 2020 11:19

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.