FIFA reúne-se para discutir calendário e Mundial de dois em dois anos

PorExpresso das Ilhas, Lusa,19 out 2021 8:52

Gianni Infantino, presidente da FIFA
Gianni Infantino, presidente da FIFA

A FIFA vai organizar videoconferências com os seleccionadores das equipas nacionais masculinas para discutir um possível novo calendário internacional a partir de 2024, assim como a realização do Campeonato do Mundo a cada dois anos, revelou hoje o organismo.

De acordo com o comunicado publicado no sítio oficial da entidade que rege o futebol mundial, as reuniões virtuais vão decorrer na terça e quinta-feira e serão conduzidas pelo director de desenvolvimento da FIFA, o antigo treinador francês Arsène Wenger.

Além dos dois temas principais, outros assuntos como a saúde mental dos jogadores e as datas FIFA serão discutidas.

“Como seleccionadores de futebol masculino, a sua contribuição é essencial. As oportunidades que temos para nos encontrar são raras, mas temos de as aproveitar, porque este diálogo ajuda-nos a todos a proteger o lugar extraordinário que o futebol ocupa no mundo e a tornar o nosso desporto verdadeiramente global”, defendeu Wenger, citado na nota.

O presidente da FIFA pediu hoje, novamente, uma reforma do calendário internacional e a organização do Campeonato do Mundo de dois em dois anos.

“Ninguém está satisfeito com a situação actual e algo deve mudar”, referiu Gianni Infantino, durante uma conferência de imprensa em Buenos Aires, com o presidente da Federação Argentina de Futebol (AFA), Claudio Tapia.

Infantino prevê que essa reforma trará maiores benefícios económicos para as federações: “Hoje, existem competições de futebol que rendem muito mais dinheiro do que o Campeonato do Mundo e o dinheiro ganho é distribuído entre um número muito pequeno de clubes”.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,19 out 2021 8:52

Editado porAndre Amaral  em  25 jun 2022 23:28

pub.
pub.
pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.