Importar está mais caro e exportar rende mais dinheiro

PorExpresso das Ilhas,21 mar 2018 9:42

Tanto as importações como as exportações registaram, segundo avança hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE), aumentos no Índice de Preços. Os preços das importações subiram 1% em Fevereiro e as exportações, no mesmo período, registaram um aumento de 0,6%.

As maiores subidas nos preços das importações foram registadas nas categorias Bens de Capital (8,3%) e Combustíveis (3,4%). Em sentido contrário, adianta o INE, estiveram os Bens de Consumo (-1,4%) onde “a descida dos preços justifica-se com a diminuição dos preços de “Produtos alimentares transformados” (-0,9%); “Bens Intermédios” (-2,0%): a descida dos preços, nesta categoria, justifica-se, essencialmente, com a diminuição dos preços de “Peças para material de transporte” (-13,0%)”.

Já em termos homólogos, o mês de Fevereiro de 2018 registou no índice de preço da importação um aumento de 1,2%, relativamente ao mesmo período de 2017.

Quanto ao índice de preço da exportação, este registou “um acréscimo de 0,6% face ao mês anterior. O índice subjacente na exportação verificou, em Fevereiro de 2018, um acréscimo de 1,1% face ao mês anterior. Por outro lado, o índice volátil na exportação diminuiu 0,4% face ao mês de Janeiro de 2018”.

Ainda assim, em termos homólogos, os preços das exportações estão mais baixos que em igual período do ano passado. Segundo o INE, durante o mês de “Fevereiro de 2018, a taxa de variação homóloga do índice de preço da exportação situou-se em -0,5%”.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,21 mar 2018 9:42

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  14 nov 2018 3:23

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.