Exportações cresceram 44% em 2018

PorAndre Amaral,28 jan 2019 9:35

O Instituto Nacional de Estatística (INE) anunciou, hoje, que as exportações nacionais cresceram 44,3% em 2018 e que houve uma diminuição das importações. Também as reexportações aumentaram durante o ano passado.

No ano passado Cabo Verde exportou produtos no valor de 7 milhões de contos o que, segundo o INE, significa um aumento de 2,16 milhões de contos relativamente a 2017.

"A Europa, continua sendo o principal cliente de Cabo Verde, absorvendo cerca de 95,9% do total das exportações cabo-verdianas" e Espanha mantém-se como o principal cliente de Cabo Verde "na zona económica europeia, representando, no ano 2018, 78,4% do total das exportações", destaca o INE no seu relatório sobre o comércio externo nacional em 2018.

No mesmo período, as principais exportações feitas por Cabo Verde foram os Preparados e conservas de peixes, representando 60,9%, os Peixes, crustáceos e moluscos, se posicionam em segundo lugar com (18,1%) do total e, os Vestuários ocupam o terceiro lugar com um peso de (8,9%).

Se a Europa é o principal destino das exportações nacionais, é também o principal mercado fornecedor de bens e produtos da economia nacional. Ao todo, durante o ano passado, 78% das importações cabo-verdianas vieram da Europa seguido de Ásia/Oceânia (11,0%), América (6,2%), África (2,6%) e o Resto do Mundo (2,2%).

Portugal é o principal fornecedor do mercado nacional com 40,6% das importações a terem origem naquele país. No entanto, segundo o INE, as importações vindas de Portugal diminuíram 2,3 pontos percentuais relativamente a 2017. Espanha e Países Baixos são os outros dois principais fornecedores com respetivamente, 13,9% e 6,3%, do total das importações.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Andre Amaral,28 jan 2019 9:35

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  19 fev 2019 23:22

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.