Crescimento das exportações ultrapassa os 77%

PorExpresso das Ilhas,30 abr 2018 10:01

Os dados provisórios do comércio externo que foram hoje divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística mostram que no 1o trimestre deste ano, “as importações e as reexportações tiveram evolução negativa de (-19,6%) e (-8,0%), respectivamente, enquanto as exportações evoluíram positivamente (77,4%), em relação ao período homólogo. No período em análise, o deficit da balança comercial diminuiu (-23,7%) e a taxa de cobertura aumentou em 4,9 p.p”.

No primeiro trimestre de 2018 as exportações cabo-verdiana ultrapassaram o milhão de contos, avança o INE, no seu relatório sobre o comércio externo nacional. Segundo o documento as exportações “de Cabo Verde totalizaram 1.449 mil contos, correspondendo a um acréscimo de 77,4% face ao mesmo período do ano anterior (+632 mil contos)”.

“No período em apreço, a Europa, continua sendo o principal cliente de Cabo Verde, absorvendo cerca de 97,3% do total das exportações cabo-verdianas e evoluindo 79,5% comparativamente ao mesmo período do ano anterior. As exportações para os outros continentes foram de montantes pouco expressivos, embora tenham crescido para a América”, adianta o documento.

Espanha é o principal cliente

O documento mostra igualmente que, no que respeita aos países com os quais Cabo Verde mantém relações comerciais, “Espanha, lidera o ranking dos principais clientes de Cabo Verde, absorvendo, no 1º trimestre de 2018, 75,4% do total das exportações Cabo-verdianas. Portugal ocupa o segundo lugar na estrutura das exportações de Cabo Verde, com 21,7%, diminuindo 19,7 p. p em relação ao mesmo período do ano de 2017”.

“Entre os produtos exportados por Cabo Verde no 1o trimestre de 2018, os Preparados e conservas lideram o ranking com 56,0%, os Peixes, crustáceos e moluscos ocupam o segundo lugar com 20,2%, os Vestuários ocupam o terceiro lugar com 10,4%, em relação ao valor registado no mesmo período do ano anterior. Estes três produtos representaram, no período em análise, 86,6% do total das exportações de bens de Cabo Verde”, especifica.

Importações em queda

As importações de Cabo Verde, no período em análise, “registaram um decréscimo de 19,6%, face ao mesmo período do ano anterior. O continente Europeu continua a ser o principal fornecedor de Cabo Verde, com 74,2% do montante total (contra 83,8% do mesmo período do ano transacto)”. No entanto, o INE realça que as exportações deste continente para Cabo Verde, registaram uma diminuição de 28,8%, face ao mesmo período do ano anterior.

“Portugal e Espanha (mesmo tendo evoluções negativas de, respectivamente, -12,2% e -49,1%), ocupam o primeiro e o segundo lugar, respectivamente, entre os fornecedores de Cabo Verde, representando 42,9% e 14,4% do total das importações em Cabo Verde, respectivamente, seguidos da China e da India com respectivamente, 5,4% e 3,9%, do total das importações. Constata-se que os Países Baixos, a França, o Brasil e a Itália, também registaram no 1º trimestre de 2018, evoluções negativas de -14,9%, - 59,3%, -15,8% e -68,7% respectivamente, em comparação com o mesmo período do ano transacto”.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,30 abr 2018 10:01

Editado porAndre Amaral  em  17 nov 2018 3:23

pub.
pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.