​Expomar continua a enfrentar o desafio da empresarialização e melhor organização – Gil Costa

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,12 out 2018 8:32

VII edição da Expomar
VII edição da Expomar(Rádio Morabeza)

A VII edição da Feira das Actividades Ligadas ao Mar (Expomar) marca definitivamente a institucionalização anual do evento, e faz de Cabo Verde um ponto estratégico para o encontro das empresas e instituições que prestam serviço a partir do arquipélago.As palavras são do presidente da Feira Internacional de Cabo Verde (FIC), Gil Costa, proferidas ao início da noite desta quinta-feira, na abertura da Expomar 2018.

O responsável destaca os ganhos conseguidos nos últimos sete anos da feira, e realça a necessidade da sua melhor promoção.

“Todavia, e ainda que embrionária, este evento monográfico, náutico e pesqueiro tem conseguido lograr, em apenas sete anos, importantes ganhos de visibilidade, de promoção sectorial e de partilha de experiências, um feito in the level que, numa altura em que a ilha de São Vicente se reposiciona para albergar investimentos estruturantes no âmbito do projecto da Zona Económica Especial para a economia marítima, nos incentiva e nos apela à sua ampla e melhor promoção quer nos nossos mercados preferenciais como nos estratégicos”, defende.

Desde 2017, a Expomar é organizada pela FIC. O líder da entidade organizadora diz que o desafio está associado à perspectiva de uma melhor organização e empresarialização do evento.

O presidente da Câmara de Comércio de Barlavento segue na mesma linha.Belarmino Lucas entende que o evento empresarial está a caminhar para se transformar numa referência.

“[A Expomar] começa a fazer um percurso relativamente àquele que é o nosso objectivo que é de fazer da Expomar, nesta zona do nosso continente, uma referência em termos de evento ligado ás actividades marítimas. Temos de ser ambiciosos e é este, efectivamente, o nosso objectivo. Nós esperamos que se transforme cada vez mais num espaço de realização de negócios”, diz.

Por seu lado, o ministro da Economia Marítima, José Gonçalves realça o papel da Feira das Actividades Ligadas ao Mar na realização de negócios e na exploração sustentável dos recursos marinhos.

“Durante estes três dias de negócio, a nossa acolhedora cidade do Mindelo será palco de encontros entre parceiros, instituições e empresas, promovendo negócios e transmitindo conhecimentos em benefício de uma exploração consciente e sustentável dos nossos mares e oceanos”, afirma.

A VII edição da Expomar arrancou ontem no Mindelo, e termina sábado, sob o lema “Os oceanos, fontes de oportunidades e crescimento rentável”. Estão presentes 60 expositores, organizados em 71 stands, num certame produzido pela Feira Internacional de Cabo Verde e que conta com a parceria da Câmara de Comércio do Barlavento e do Instituto de Estudos da Macaronésia.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,12 out 2018 8:32

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  3 jul 2019 23:22

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.