BAD assina "brevemente" Compacto Lusófono com Cabo Verde

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,4 jun 2019 8:54

Banco Africano de Desenvolvimento
Banco Africano de Desenvolvimento(AFP/Getty)

​O vice-presidente dos serviços institucionais do Banco de Desenvolvimento Africano (BAD) garante que Cabo Verde terá “brevemente” acesso ao Compacto Lusófono, esclarecendo que o programa apenas não foi assinado por questões de agenda.

Informação avançada à Inforpress por Mateus Magala, à margem do atelier de formação em desenvolvimento sustentável, que reuniu jornalistas dos vários países da África Ocidental, em Abidjan, Costa do Marfim.

O compacto já estava programado para ser assinado, mas "questões de agenda” impossibilitaram a materialização da assinatura. 

A assinatura deste protocolo acontecerá agora depois da Conferência Económica da BAD, que acontece esta semana em Malabo, Guiné Equatorial.

Mateus Magala sublinha que o compacto, além de criar oportunidades económicas aos países lusófonos, vai permitir também maior “integração funcional” neste espaço.

“É desta forma também que o compacto vai funcionar, esses países partilham língua e história, usando isso podem explorar oportunidades económicas”, observa.

“O que nós esperamos com essa iniciativa é poder melhorar o crescimento económico nesses países lusófonos”, sustenta.

Cabo Verde será o segundo país lusófono a assinar o compacto, depois de Moçambique, em Março.

O acordo de acesso ao financiamento do BAD é combinado com garantias da Sociedade para o Financiamento do Desenvolvimento (SOFID), entidade pública portuguesa.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,4 jun 2019 8:54

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  19 ago 2019 23:22

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.