Destaques da edição 877

PorExpresso das Ilhas,19 set 2018 0:01

Nesta edição, o Expresso das Ilhas dá destaque aos medicamentos ilícitos: 125 mil cabo-verdianos recorrem ao mercado ilegal. Um em cada quatro cabo-verdianos adquire medicamentos por via ilícita.

Este e outros dados do estudo de 2012 da Agência de Regulação e Supervisão dos Produtos Farmacêuticos e Alimentares (ARFA) ajudam a compreender porquê, só entre Agosto e Setembro deste ano, as autoridades apreenderam mais de 98 mil comprimidos no aeroporto da Praia.

Também neste número, O futuro do regime cambial de Cabo Verde: Qualquer um menos a adesão à moeda única africana. O acordo de cooperação cambial cumpriu a sua função nas duas décadas da sua vigência. Da parte cabo-verdiana e da parte portuguesa a opinião foi unânime: estamos perante um caso de sucesso. No entanto, isso não impede que se procurem outras vias para aprofundar o que já foi conquistado. Um dos caminhos será o de aprimoramento os mecanismos de funcionamento, outro poderá ser o da euroização da economia cabo-verdiana. De lado parece estar uma terceira hipótese, a adesão à moeda única da CEDEAO, possibilidade desaconselhada por todos, a começar pelo próprio governador do Banco de Cabo Verde.

Juvenal Pereira, Presidente da equipa de implementação do SNIAC: Cartão Nacional de Identificação vai acelerar a “modernização administrativa e facilitar a vida ao cidadão”. Desde Janeiro que o novo Cartão Nacional de Identificação (CNI) está a chegar às mãos dos cidadãos cabo-verdianos. Até agora já foram entregues mais de três milhares destes documentos que agora começam a ser emitidos também na Praia. Juvenal Pereira, Presidente da equipa de implementação do SNIAC, explica ao Expresso das Ilhas os constrangimentos da implementação do projecto mas também as vantagens que os novos documentos vão trazer para o dia a dia dos cabo-verdianos.

40 anos UNTC-CS: Conferência internacional e homenagem ao sindicalista Osvaldo Custódio. Já está confirmada a presença no acto, que se realiza, sexta-feira, 21, representantes das centrais congéneres portugueses, UGT e CGTP-IN, da UNTA, de Angola e CNTS do Senegal. À volta do tema “O sindicalismo cabo-verdiano – passado, presente e futuro” oradores nacionais e internacionais irão trocar experiências do movimento sindical nos seus países.

Código Verde: O primeiro livro sobre direito ambiental em Cabo Verde. A obra Código Verde da autoria de Casimiro de Pina e Marcelo Araújo será apresentada no dia 5 de Outubro, na Assembleia Nacional. Em entrevista ao Expresso das Ilhas Casimiro de Pina fala dos aspectos essenciais da obra.

No interior, a opinião de José Almada Dias, A indústria Verdiana do lazer e do entertainment – jazz nas primeiras ilhas crioulas, da Galeria Nhô Djunga ao Mindel Seasons Jazz, passando pelo Kriol Jazz Festival; de Luís Carlos Silva, Lei da Paridade: O meu contributo; de Stephen LeCompte, cônsul da Embaixada dos EUA na Praia, Como a alta taxa de imigração ilegal afecta a nossa taxa de recusa de vistos; e de Sarkiz Mirzachanian, Amílcar Cabral – Doutor Honoris Causa do Bem e da Justiça: uma visão da Rússia.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,19 set 2018 0:01

Editado porDulcina Mendes  em  18 dez 2018 3:22

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.