Edição 1033

PorExpresso das Ilhas,15 set 2021 0:01

As eleições presidenciais realizam-se no próximo dia 17 de Outubro. O Expresso das Ilhas abre a corrida eleitoral com o primeiro conjunto de entrevistas a candidatos a desempenharem o cargo que Jorge Carlos Fonseca ocupa desde 2011.

Casimiro de Pina é o primeiro dos dois entrevistados nesta edição. Para este candidato os seus concorrentes nesta corrida presidencial são figuras ultrapassadas que já tiveram “muito tempo para fazerem alguma coisa de positivo que fosse marcante para Cabo Verde e muitas vezes falharam”.

O outro entrevistado é Hélio Sanches, o primeiro cidadão a anunciar a sua candidatura à corrida presidencial, que diz que a motivação para se candidatar ao cargo de Presidente da República é de contribuir para um Cabo Verde mais justo, mais solidário e com oportunidades para todos.

Também o regresso às aulas merece destaque de primeira página na edição desta semana do Expresso das Ilhas.

O Ministério da Educação anunciou o início à implementação da reforma do Ensino Secundário, com a revisão curricular do 9.º ano de escolaridade. O plano curricular está elaborado, validado e publicado como anexo ao caderno de orientações. Entretanto, os novos programas, decorrente da reforma em curso, vão entrando em vigor progressivamente em 2022/2023 (10.º ano); 2023/2024 (11.º ano); 2024/2025 (12.º ano).

Apesar de alguma apreensão quanto a certas regras anunciadas para o funcionamento escolar, a expectativa geral dos pais e encarregados de educação para este ano lectivo é positiva. Regresso à “normalidade”, ainda é algo que não acreditam vir a ser totalmente possível, mas o retorno das aulas presenciais com carga horária total é já um bom início. E se todos continuarem a fazer o seu papel, o ano certamente correrá bem, dizem. Mas também há críticas…

Na Economia destacamos o Relatório de Estabilidade Financeira elaborado pelo Banco de Cabo Verde. Os riscos à estabilidade financeira foram contidos, em 2020, diz o Relatório de Estabilidade Financeira do Banco de Cabo Verde, mas há ainda perigos à espreita, até porque as moratórias estão para acabar e os créditos suspensos terão de recomeçar a ser pagos. E há ainda o contexto actual, que vai das certezas sobre o aumento do desemprego e a redução dos rendimentos disponíveis, até às dúvidas sobre o crescimento projectado para este ano: 5,8 por cento se houver procura externa à economia nacional, principalmente turismo, ou à volta dos 3 por cento num cenário mais adverso.

No combate à COVID-19, o governo está a prever vacina a população dos 12 aos 17 anos visando aumentar o nível de segurança sanitária e de protecção nas escolas. No entanto esta é ainda apenas uma possibilidade que só deverá tornar-se realidade depois de chegarem as 200 mil doses de vacinas produzidas pela Pfizer e que vão ser doadas pelos Estados Unidos da América.

A ler, ainda, a opinião de Manuel Brito-Semedo com ‘Pê na Sapóte, Mon na Violão’ e de António Moreira com ‘A participação parental na escola no actual contexto pandémico: o desafio da (re) aproximação’.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,15 set 2021 0:01

Editado porAndre Amaral  em  23 set 2021 23:20

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.