Edição 1044

PorExpresso das Ilhas,1 dez 2021 0:01

Esta semana o Expresso das Ilhas faz manchete com a entrevista à ministra da Coesão Territorial, Janine Lélis.

“Nós todos somos Cabo Verde”, diz a ministra nesta conversa com o Expresso das Ilhas.

É um Ministério novo, que coordena medidas e acções, transversais a todos os outros ministérios, que têm como objectivo minorar as disparidades entre ilhas e melhorar a qualidade de vida dos cabo-verdianos de Santo Antão à Brava. A ministra, Janine Lélis, que acumula a nova pasta com a Defesa, apresenta o conceito de coesão territorial e a Política e Estratégias que estão a ser tomadas para essa “redução gradativa da desigualdade de acesso a questões essenciais”. Entre os vários instrumentos que estão a ser trabalhados, está, por exemplo, a criação de um Fundo, gerido em função do posicionamento dos municípios no Índice de Coesão, cujos indicadores estão agora a ser definidos…

Outro dos destaques vai para as doenças do movimento, em especial para a Paralisia Supranuclear Progressiva.

Quando André Corsino Tolentino foi diagnosticado com Paralisia Supranuclear Progressiva não baixou os braços. Decidiu transformar a doença “num acto benéfico para a sociedade cabo-verdiana em geral”, como diz em entrevista ao Expresso das Ilhas, a filha, Leida Tolentino. Nasceu então o livro A vitória é hoje, em que ao relato pessoal da sua experiência com a doença, em forma de diário, se junta muita informação sobre o tema. E a partir do testemunho desta caminhada que não escolheu criou-se o Projecto Doenças do Movimento em Cabo Verde.

No que respeita à pandemia de COVID-19 o governo anunciou que, ao contrário do que alguns países já fizeram, Cabo Verde não vai fechar fronteiras. As autoridades de saúde estão a estudar medidas para adiar ao máximo a entrada da nova variante da doença em Cabo Verde.

Destaque também para o património subaquático cabo-verdiano.

Criação das bases legais e institucionais, catalogação e inventariação dos naufrágios, formação das autoridades, comunidades e operadores turísticos, estes são alguns dos passos já dados por Cabo Verde. Depois, seguir-se-á a criação do produto turístico, um produto que tem gerado milhões de euros nos destinos onde já está implantado.

Na Economia destacamos as últimas medidas tomadas pelo Banco de Cabo Verde.

A nova variante da Covid-19 aumentou ainda mais as incertezas para a economia, com a Ómicron a provocar calafrios nos mercados financeiro. Neste contexto de dúvidas, o Banco de Cabo Verde decidiu ampliar as garantias para as operações monetárias de financiamento (OMF).

Para fechar, na Cultura, trazemos-lhe o novo álbum de Dino D’Santiago.

O artista cabo-verdiano Dino D`Santiago esteve em Cabo Verde para fazer a apresentação do seu mais novo disco intitulado “Badiu”. A apresentação foi primeiramente feita na cidade Praia e só depois disso é que será apresentado no resto do mundo.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,1 dez 2021 0:01

Editado porAndre Amaral  em  26 jan 2022 23:20

pub.

pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.