Edição 1157

PorExpresso das Ilhas,31 jan 2024 0:13

Manchete nesta edição do Expresso das Ilhas para o percurso da selecção nacional de futebol no Campeonato Africano das Nações.

O golo de Ryan Mendes apontado aos 88 minutos, de grande penalidade, selou, na tarde de segunda-feira, 29, de forma categórica, o apuramento da selecção de futebol de Cabo Verde aos quartos-de--final do 34º Campeonato Africano das Nações, CAN’2023, que decorre na Costa do Marfim.

Agora Cabo Verde vai defrontar a África do Sul ( sábado, 19:00)  que ontem eliminou Marrocos no último jogo dos oitavos de final.

Também em destaque a segunda reportagem sobre a biodiversidade em Cabo Verde.

Cabo Verde é um país com uma biodiversidade única, habitat de várias espécies e subespécies que só existem nestas ilhas. Destacam-se, neste cenário arquipelágico, os répteis terrestres, muitas vezes menosprezados e sobre os quais é preciso muito mais investigação. Urge, acima de tudo, criar um sentimento de orgulho sobre esta extraordinária riqueza natural, exorta a bióloga e investigadora Raquel Vasconcelos, para quem este é um património mundial, em que o país deve apostar.

Na capa desta edição do Expresso das Ilhas damos conta da mais recente polémica a atingir a Câmara Municipal da Praia.

O auditor Renato Fernandes, que ocupava o cargo de director do gabinete de Auditoria Interna (GAI) na Câmara Municipal da Praia (CMP), formalizou a sua demissão numa carta enviada ao edil Francisco Carvalho na qual expõe a falta de acções efectivas contra irregularidades e corrupção.

Destaque também para a entrevista com Daniel Araújo, PCA da Asseco PST.

Ao Expresso das Ilhas, Daniel Araújo defendeu que muito mudou nos sectores bancário e financeiro nacional e que o digital veio revolucionar o serviço. Para Daniel Araújo o crescimento do digital obriga, também, a uma maior literacia por parte dos utilizadores, porque, como diz, é necessária cada vez mais “literacia ao navegar na internet”.

Na Economia abordamos igualmente o plano do governo para a privatização de empresas públicas.

Caixa Económica deu o tiro de partida, as outras empresas públicas na calha incluem a CV Handling, a ENAPOR, Emprofac/Inpharma, Electra, Cabnave, TACV, Água e Energia de Boa Vista e a alienação da participação detida pela Empresa Nacional de Aeroportos e Segurança Aérea (ASA) e Instituto Nacional de Previdência Social (INPS) na Cabo Verde Telecom.

Chamada de capa também para a reportagem sobre os jardins de infância nos bairros mais carenciados da capital.

Em meio aos desafios enfrentados por famílias em bairros economicamente desfavorecidos, os jardins de infância emergem como um oásis de cuidados e nutrição. Além de proporcionar um ambiente educativo crucial para as crianças, esses centros desempenham um papel fundamental na vida de mães solteiras, e não só, oferecendo cuidados confiáveis aos seus filhos durante o dia. Esta reportagem explora como esses jardins de infância moldam não só os primeiros passos educacionais, mas também se tornam pilares essenciais para fortalecer bairros em situação de vulnerabilidade.

A ler igualmente o artigo ‘A outra faceta do percurso biográfico ascendente de Orlando Mascarenhas’ da autoria de César Monteiro.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,31 jan 2024 0:13

Editado porAntónio Monteiro  em  1 mar 2024 23:28

pub.

pub.

pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.