O asteróide Bennu é o mais perigoso do Sistema Solar – e o risco de atingir a Terra aumentou

PorExpresso das Ilhas,21 ago 2021 7:48

Um novo estudo da NASA analisou com mais detalhe a órbita do Bennu e aumentou ligeiramente a probabilidade de colisão com a Terra – mas o risco continua ainda muito baixo.

Já não devemos cá estar para o presenciar, mas sempre podemos marcar no calendário: o dia24 de Setembro de 2182será o dia em que o asteróide Bennu terá maior probabilidade de colidir com a Terra nos próximos 300 anos.

Numestudopublicado a 11 de Agosto, os investigadores da NASA usaram dados precisos de rastreamento danave espacial OSIRIS-REx– que durante dois anos fez observações detalhadas enquanto esteve na órbita do Bennu – para perceberem os movimentos do asteróide e calcular a probabilidade de colidir com a Terra.

A probabilidade de colisão é de apenas 0.057%– ou de uma em 11. 750. A 24 de Setembro de 2182, o Bennu vai ter uma probabilidade de 0.037% de chocar com a Terra, ou seja, uma em cada 2.700. Cálculos anteriores apontavam para uma probabilidade de um em 2.700 até ao ano 2200.

“Os dados do OSIRIS-REX deram-nos muitas informações precisas, podemos testar os limites dos nossos modelos e calcular a trajectória futura do Bennu com um grau de certeza muito mais alto até 2135”, afirma o engenheiro de navegaçãoDavid Farnocchia, do Centro de Estudo de Objectos Próximos da Terra da NASA, citado pelo site zap.aeiou.pt.

Com meio quilómetro de comprimento, o Bennu é o asteróide mais perigoso do Sistema Solar, tal como um outro chamado 1950 DA. A trajectória e duração de 1.2 anos da sua órbita significa que vai aproximar-se várias vezes da Terra nos próximos séculos, com o potencial de poder colidir com o nosso planeta.

Texto originalmente publicado na edição impressa do Expresso das Ilhas nº 1029 de 18 de Agosto de 2021. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,21 ago 2021 7:48

Editado porSara Almeida  em  19 set 2021 5:19

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.