Malária provocou mais de 7.000 mortos em Angola em 2018

PorExpresso das Ilhas, Lusa,11 jan 2019 16:08

Angola registou 7.356 mortes por malária em 2018, uma quebra para quase metade face ao ano anterior, mas continuando a doença a ser a principal causa de morte no país, indicam dados preliminares do Ministério da Saúde.

De acordo com um relatório do Ministério da Saúde de Angola, a que a agência Lusa teve acesso esta sexta-feira, aquele país lusófono registou em 2018 um total de 3.007.111 casos de malária.

Contudo, esta estatística demonstra uma significativa redução do total de óbitos, comparativamente a 2017, ano em que o país registou 13.967 mortes, entre um total de 4.500.221 casos. A malária é a principal causa de morte por doenças em Angola, e igualmente de internamentos hospitalares e ausências escolares ou do trabalho.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,11 jan 2019 16:08

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  19 jun 2019 23:22

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.