​Malária mata diariamente duas a três crianças angolanas

PorExpresso das Ilhas, Lusa,24 ago 2018 15:35

A malária é a causa da morte diária de duas a três crianças, no banco pediátrico do Hospital Geral do Moxico, no leste de Angola, situação que acontece nos nove meses de época chuvosa do país.

Os dados foram revelados hoje pelo director do gabinete provincial de saúde local, Sebastião Ramalhos, à margem da terceira sessão extraordinária do conselho de auscultação e concertação social, tendo apresentado no encontro, um plano de emergência de combate à doença, que é a primeira causa de morte no país.

Segundo Sebastião Ramalhos, o plano prevê a realização de campanhas de sensibilização sobre a doença em escolas e comunidades e a promoção do saneamento e recolha de lixo, para a eliminação dos vectores de transmissão.

O responsável sanitário, citado pela agência noticiosa angolana, Angop, avançou que durante a época chuvosa, que começa normalmente em Setembro e decorre até maio do ano seguinte, será prestada maior atenção aos centros e postos médicos das periferias, evitando que o elevado número de internamentos obrigue a colocação de mais de uma criança na mesma cama, situação que tem acontecido nos anos anteriores.

A província do Moxico tem uma taxa de incidência da malária de 40%, a maior percentagem a nível nacional, o que justifica, segundo Sebastião Ramalho, a intensificação, a partir de Outubro, da distribuição de mosquiteiros à população com vista a alterar o quadro.

A anemia severa está associada à malária, mas o défice de técnicos especializados para o centro de hemoterapia no hospital municipal, bem equipado para o efeito, é uma preocupação.

"No hospital municipal do Moxico, há um serviço de hemoterapia completamente montado, mas só temos lá uma técnica. Há necessidade de o pôr a funcionar 24 horas por dia, para diminuir a procura no Hospital Geral", disse.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,24 ago 2018 15:35

Editado porFretson Rocha  em  20 nov 2018 3:22

pub.
pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.