China com 11 novos casos de Covid-19

PorExpresso das Ilhas, Lusa,14 mar 2020 9:17

Números da Comissão Nacional de Saúde, que excluem as regiões administrativas especiais de Macau e Hong Kong, apontam para mais três casos e três mortos em relação ao dia anterior. Dos 11 novos casos, sete foram importados.

O número total de mortos na China continental é agora de 3.189, enquanto o número de infectados subiu para 80.824.

Todas as mortes foram registadas na província de Hubei, onde começou a propagação do novo coronavírus e que está em quarentena desde 23 de Janeiro.

As autoridades sublinharam que esta província, incluindo a capital, Wuhan, não apresentou novos casos suspeitos nas últimas 24 horas.

Quatro dos novos casos são importados e foram detectados na cidade de Xangai, dois na província ocidental de Gansu e o outro na capital, em Pequim.

A Comissão Nacional de Saúde da China informou ainda que, no mesmo período de 24 horas, 1.430 pessoas receberam alta hospitalar.

Segundo dados oficiais, 65.541 pacientes receberam alta desde o início da epidemia e mais de 678.935 pessoas que tiveram contacto próximo com os infectados foram monitorizadas clinicamente, das quais 10.879 ainda estão sob observação.

A prioridade das autoridades chinesas, que na quinta-feira garantiram que o pico das transmissões terminara, está agora em proteger o território contra a importação de casos de outros países.

O novo coronavírus responsável pela Covid-19 foi detectado em Dezembro, na China, e já provocou mais de 5.300 mortos em todo o mundo, levando a Organização Mundial de Saúde (OMS) a declarar a doença como pandemia.

O número de infectados ultrapassou as 140 mil pessoas, com casos registados em mais de 120 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 112 casos confirmados.

A OMS declarou que o epicentro da pandemia provocada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) se deslocou da China para Europa, onde se situa o segundo caso mais grave, o da Itália, que anunciou 250 novas mortes, um recorde em 24 horas, e que regista 1.266 vítimas fatais.

O número de infectados em Itália, onde foi decretada quarentena em todas as regiões, é agora superior a 17.600, cerca de 2.500 mais do que na quinta-feira e praticamente metade dos quase 35 mil casos confirmados na Europa, onde se registaram perto de 1.500 mortos.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,14 mar 2020 9:17

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  19 out 2020 23:21

pub.
pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.