Kiev diz que foram liquidados 180 mil soldados russos desde 2022

PorExpresso das Ilhas, Lusa,12 abr 2023 9:17

As Forças Armadas da Ucrânia indicaram hoje que foram liquidados mais de 180 mil militares russos desde o início da invasão que começou em Fevereiro de 2022 referindo que se registaram 700 baixas entre as forças da Rússia durante os últimos confrontos.

Uma mensagem do Estado Maior do Exército da Ucrânia difundida na plataforma digital Facebook refere que 180.050 militares russos foram mortos, acrescentando que nas últimas 24 horas morreram 730 soldados da Rússia na Ucrânia.

No mesmo texto é referido ainda que foram destruídos 3.646 carros de combate, 2.770 sistemas de artilharia, 208 sistemas de defesa antiaérea, 307 aviões, 293 helicópteros, 2.334 aparelhos aéreos não tripulados (drones), 911 mísseis de cruzeiro, 5.630 veículos e contentores de combustíveis e 319 peças designadas como "equipamento especial", não especificado.

Os dados fornecidos hoje por Kiev sobre baixas e equipamento não foram verificados e nem contabilizados por fontes independentes, até ao momento.

A Rússia que iniciou a última invasão da Ucrânia em Fevereiro do ano passado não divulga o número de baixas desde Setembro de 2022, altura em que o ministro da Defesa russo confirmou a morte de 5.937 militares da Rússia.

O portal de notícias Mediazona eleva para 19.688 militares russos mortos desde o início da campanha, incluindo "1.665 durante os últimos 15 dias".

O portal Mediazona, que em relação à contagem do número de baixas colabora com a estação de televisão oficial britânica BBC, diz que os números são corroborados através de dados públicos, que não foram nomeados. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,12 abr 2023 9:17

Editado porSara Almeida  em  6 jan 2024 23:28

pub.

pub.

pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.