PJ vai ter Sistema de Identificação Automatizada de Impressão Digital mais avançado

PorAdilson Pereira,4 jan 2018 13:52

Euclides Mascaranhas e Jánine Lélis
Euclides Mascaranhas e Jánine Lélis

A Polícia Judiciária vai estar equipada, em 2018, com novo um Sistema de Identificação Automatizada de Impressão Digital (AFIS) de nível mais avançado, que irá permitir a identificação dos autores dos crimes com maior rapidez.

A informação foi avançada, hoje, pela ministra da Justiça e Trabalho, Janine Lélis, à margem da inauguração do Centro de Formação e a Sala de Conferência da Polícia Judiciária, no bairro da Cidadela, cidade da Praia.

Além dos investimentos habituais contemplados pelo Orçamento do Estado, a PJ vai dispor de um novo sistema AFIS em 2018, visto que ainda não dispõe de um de alto nível.

“Isto vai permitir que sejam identificados os autores dos crimes com maior facilidade”, defende Janine Lélis, revelando também que neste momento estão a negociar a aquisição do equipamento com a empresa fornecedora.

Também com impacto na celeridade da identificação dos autores dos crimes, está a ser montado um sistema de informação criminal. “No fundo é uma base de dados que vem revelar e vem dizer as pessoas que estão cadastradas para facilitar a investigação”, realça a ministra.

Ainda para o corrente ano, a frota da PJ será reforçada com mais duas dezenas de viaturas, segundo Janine Lélis, que se mostra satisfeita com o desempenho da força de investigação, em 2017. Para a ministra esta apreciação positiva, “só deve significar mais engajamento, mais motivação e mais determinação” desta classe policial.

Centro de formação da PJ abre portas

Segundo o director do curso de Inspectores da PJ, Euclides Mascarenhas, o Centro de Formação é um espaço com capacidade para realizar acções de formação, actuando na melhoria da qualidade técnica e capacidade dos seus funcionários e, em última análise, capacidade no combate à criminalidade.

O centro vai acolher não só formação de raiz, mas também formação contínua e cursos de aperfeiçoamento. “Vai ser feito vários cursos. Curso de formação inicial de inspectores, que neste momento vai decorrer no centro”, adianta Euclides Mascarenhas.

Para a ministra da justiça, com o Centro de Formação da PJ está-se a agir no sentido de capacitar e reforçar a polícia científica. “Capacitar para melhor responder, enfrentar os novos desafios, empoderar aquilo que é a acção da PJ, com o objectivo claro que é o de combater a criminalidade de promover a paz social que nós precisamos”, remata.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Adilson Pereira,4 jan 2018 13:52

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  21 nov 2018 3:23

pub.
pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.