OMS contabiliza 447 casos de malária em Cabo Verde

PorAndre Amaral,18 jan 2018 12:02

Relatório da OMS faz retrato preocupante sobre a situação sanitária em África
Relatório da OMS faz retrato preocupante sobre a situação sanitária em África

Relatório sobre a situação sanitária em África mostra que são poucos os países do continente que não sofrem algum tipo de surto ou epidemia. República Democrática do Congo e Zâmbia são os maiores desafios para a Organização Mundial de Saúde (OMS).

A OMS lançou hoje um relatório semanal sobre a situação sanitária no continente africano. Cabo Verde surge neste documento por causa do surto de malária que atingiu a Praia durante o ano passado.

“Até Dezembro do ano passado foram contabilizados 447 casos de malária sendo 418 autóctones, 12 casos importados” e havendo ainda a assinalar “17 casos de reinfecção”. Do total de casos resultaram duas mortes, um cidadão nacional e outro estrangeiro, relata o mesmo documento.

Já a nível continental, um pormenor salta à vista. São poucos os países onde não existe um surto ou uma epidemia. A excepção são os países do Norte de África onde, desde o Sahara Ocidental até ao Egipto, não é relatado qualquer foco de infecção.

Os casos mais preocupantes, segundo este relatório da OMS, são a República Democrática do Congo (RDC) e a Zâmbia.

Na RDC, a “crise humanitária continua a deteriorar-se”, destaca a OMS. “A epidemia de cólera tem vindo a diminuir, no entanto, as recentes cheias em Kinshasa e as chuvas que têm caído no país podem fazer acelerar a transmissão da doença e provocar uma escalada do número de casos”. “Já é visível um agravamento do número de casos em Kinshasa”, relata a OMS que apela que o aumento do número de casos a nível nacional deve ser evitado.

Também a cólera é uma preocupação na Zâmbia e no Malawi. “As autoridades dos dois países devem trabalhar” no sentido de impedir a propagação da doença. “a continuada propagação da cólera na Zâmbia e o crescente número de casos no Malawi são preocupantes”, avança a OMS.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Andre Amaral,18 jan 2018 12:02

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  18 jan 2018 12:02

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.