Ministério Público cria equipa para investigar desaparecimento de crianças

PorLusa,7 fev 2018 12:56

Judiciária e Polícia Nacional investigam desaparecimento de crianças na cidade da Praia. Ministério Público adianta haver registo de quatro casos suspeitos de sequestro.

Desde Novembro desapareceram, na cidade da Praia, três crianças com idades entre os 9 e os 11 anos, estando ainda desaparecida uma jovem de 19 anos e o seu filho recém-nascido, casos que estão a gerar alarme social no país.

Em nota, enviada às redacções ao início da noite de ontem, o Ministério Público confirma que estão registados na Procuradoria da República da Comarca da Praia “quatro autos de instrução, nos quais se investigam factos susceptíveis de indiciarem a prática do crime de sequestro”.

“Foram desencadeadas diligências de investigação, com vista à localização e libertação das pessoas desaparecidas, na sua maioria crianças, o que, até ao momento, não foi possível”, acrescenta a Procuradoria Geral da República (PGR).

Nesse sentido, prossegue a nota, a PGR determinou “com efeito imediato” a constituição de “uma equipa conjunta de investigação, composta por dois magistrados do Ministério Público, três elementos da Polícia Judiciária e dois da Polícia Nacional, com o objectivo de proceder à investigação das quatro situações”.

A equipa, que trabalhará em exclusividade nestes casos, será coordenada por um magistrado do Ministério Público e deverá apresentar, dentro de 30 dias, um relatório sobre a evolução da investigação. Deverá ainda, de acordo com a nota, “indicar estratégias e medidas, claras e concretas, relativamente à gestão processual a empreender” com vista a descobrir o paradeiro dos desaparecidos e a conseguir a sua libertação, bem como a identificar “os agentes dos crimes em ordem à respectiva responsabilização criminal”.

O Ministério Público admite ainda o recurso a “mecanismos de cooperação judiciária internacional”. O caso mais recente é o de duas crianças, um rapaz de 9 anos e uma rapariga de 11, que desapareceram cerca das 17h de sábado do bairro de Achada Limpo, arredores da cidade da Praia.

Desde 14 de Novembro, encontra-se desaparecida outra rapariga de 10 anos, residente no bairro Eugénio Lima, sem que, até ao momento, as diligências efectuadas pelas autoridades tenham tido sucesso na localização da criança.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Lusa,7 fev 2018 12:56

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  14 nov 2018 3:23

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.