Cabo-Verdianos continuarão a precisar de visto para entrar na Suíça

PorNuno Andrade Ferreira,25 jul 2018 13:57

1

Os cidadãos cabo-verdianos que pretendam entrar na Suíça não ficarão isentos da obrigação de visto. Como membro do espaço Schengen, o país está sujeito às regras europeias nesta matéria. O entendimento que está a ser negociado limita-se a facilitar a emissão de vistos para determinados grupos de pessoas, confirmam as autoridades suíças.

Ao Expresso das Ilhas, a embaixada da Suíça em Dakar, que assegura a representação daquele Estado europeu em Cabo Verde, esclarece que Praia e Berna estão a negociar um acordo no âmbito de um outro mais vasto, assinado em 2012, com a União Europeia, relativo à facilitação da emissão de vistos de curta duração para entrada no espaço Schengen.

O acordo bilateral de facilitação que está sobre a mesa define que certos grupos de pessoas poderão beneficiar de "privilégios especiais" no processo de emissão de vistos para estadias curtas. 

"Por exemplo, tempos de processamento ou isenção de taxas para certas categorias, por exemplo, crianças, estudantes, pensionistas", explica a embaixada da Suíça.

Na segunda-feira, em declarações à TCV, o Ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Filipe Tavares, garantiu estar a ser finalizado um "acordo de livre circulação" com Noruega e Suíça. 

"Antes do final do ano assinaremos um acordo de livre circulação nos dois sentidos. Livre circulação e readmissão. Ou seja, os cabo-verdianos poderão viajar para estadias de curta duração nesses dois países e os cidadãos desses dois países poderão também viajar, da mesma forma, para Cabo Verde", dizia o governante.

"Estou a falar de todos os passaportes. Do cidadão comum viajar livremente para a Suíça e do cidadão suíço poder viajar da Suíça para Cabo Verde", acrescentou Luís Filipe Tavares à televisão pública.

Depois dos primeiros esclarecimentos da diplomacia suíça, o Expresso das Ilhas voltou a questionar a embaixada daquele país sobre o alcance da "livre circulação" a que se referiu o chefe da diplomacia cabo-verdiana. "Os vistos de curta duração (para cabo-verdianos que queiram visitar a Suíça), não serão abolidos mas o processo será simplificado, é isso?", questionámos.

"Sim. O acordo simplifica a emissão de vistos de curta duração e especifica certas categorias de pessoas que poderão aproveitar de privilégios especiais no processo de concessão do visto", responderam as autoridades suíças.

Perguntámos ainda: "como acontece hoje em dia, continuará a ser necessário um pedido prévio de visto ou será possível obter um visto à chegada? (para cabo-verdianos viajando para a Suíça)".

"O pedido de visto continuará a ter que ser feito previamente", clarificou a embaixada no Senegal. 

Apesar de não fazer parte da União Europeia, a Suíça integra Schengen desde 2008. Cabe à União Europeia estabelecer as políticas de concessão de vistos dentro deste espaço de livre circulação.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Nuno Andrade Ferreira,25 jul 2018 13:57

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  20 nov 2018 3:22

1

pub.
pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.