​Carlos Bartolomeu quer mais dignidade para os trabalhadores em Santo Antão

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,14 mai 2019 7:29

​Carlos Bartolomeu
​Carlos Bartolomeu

Carlos Bartolomeu, reeleito secretário permanente do Sindicato Livre dos Trabalhadores de Santo Antão (SLTSA) quer lutar pela valorização dos trabalhadores, nomeadamente através da implementação do salário mínimo nacional.

O líder sindical volta a denunciar a situação de funcionários a auferirem entre seis e oito mil escudos mensais tanto no sector privado como na administração pública. O responsável falava esta segunda-feira em entrevista á Rádio Morabeza.

“Temos uma questão que podemos considerar bicudo - tem a ver com o salário mínimo nacional. Há empresas a agirem na ilegalidade e com trabalhadores a auferirem um salário de seis ou oito mil escudos, muito abaixo do salário mínimo nacional actualizado de 11 para 13 mil escudos. Nós vamos atacar essa questão de uma forma geral. Ao nível do serviço do Estado vamos também atacar esse pormenor”, garante.

O Sindicato Livre dos Trabalhadores de Santo Antão sugere um aumento do salário mínimo para 18 mil escudos, por entender que ao longo dos anos os trabalhadores têm vindo a perder o seu poder de compra.

A inscrição no sistema de previdência social é outro ponto que o SLTSA quer dar especial atenção…

Por outro lado, Carlos Bartolomeu aponta a criação de representações da Direcção-Geral do Trabalho (DGT) e da Inspecção-Geral do Trabalho (IGT) em Santo Antão como outro ponto que ver solucionado.

“Temos vindo a apelar insistentemente ao Governo para que crie condições para criar uma delegação da IGT na ilha de Santo Antão, com sede na cidade do Porto Novo, porque existe um problema bicudo a nível de Santo Antão que precisa ser atacado. Também queremos a presença da Direcção-Geral do Trabalho porque temos tido muitos problemas em santo Antão a nível laboral”, afirma.

Outra questão prende-se com a sustentabilidade do Sindicato Livre dos Trabalhadores de Santo Antão. A missão passa pelo aumento do número de trabalhadores filiados no sindicato, que neste momento conta com cerca de mil sócios.

A aposta do sindicato passa também por acções de capacitação destinadas aos associados, através de parcerias com Organizações Não Governamentais, Câmaras Municipais e o Governo.

A reeleição aconteceu sábado, 11, durante a quarta conferência regional electiva da organização sindical. Carlos Bartolomeu, que liderava a lista única ao cargo de secretário permanente da força sindical, foi reeleito por unanimidade para um mandato de três anos.  

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,14 mai 2019 7:29

Editado porFretson Rocha  em  17 jul 2019 23:22

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.