​PJ detém suspeito de roubo, sequestro e posse de arma de fogo na Praia

A Polícia Judiciária (PJ) deteve esta segunda-feira, 2, no bairro de Achada Grande Frente, na Praia, um homem suspeito da prática de um crime de roubo com violência sobre pessoa, na sua forma agravada, um crime de sequestro e um crime de posse ilegal de arma de fogo. Os crimes terão sido cometidos em Setembro de 2017.

A detenção, fora de flagrante delito, foi feita em cumprimento de um mandado emitido pelo Ministério Publico da Comarca de Santa Catarina de Santiago. De acordo com uma nota da PJ, emitida ao final da tarde de ontem, o indivíduo em causa é suspeito de autoria material no crime de roubo, e de participação no crime de sequestro envolvendo um familiar do gerente da Caixa Económica de Calheta de São Miguel, com o objectivo de lhe extorquir o montante de um milhão de escudos (1.000.000$00).

O detido foi presente, na tarde desta segunda-feira, ao Tribunal da Comarca de Santa Catarina, para efeito do primeiro interrogatório judicial de arguidos detidos e aplicação de medidas de coacção pessoal.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Rádio Morabeza, Expresso das Ilhas,3 set 2019 7:12

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  21 set 2019 22:19

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.