“Esta conjuntura tem exigido dos jovens, em todo o mundo, especiais e acrescidas responsabilidades” - PR

PorExpresso das Ilhas,12 ago 2020 11:29

1

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, considera que a actual conjuntura, provocada pela pandemia da COVID-19, tem exigido dos jovens, em todo o mundo, especiais e acrescidas responsabilidades no sentido de adoptarem atitudes que contribuam para a preservação de vidas, da saúde pública, e do bem-estar de todos nós, em especial dos mais desprotegidos e vulneráveis.

Jorge Carlos Fonseca fez essa declaração, na sua mensagem alusiva ao Dia Internacional da Juventude, que se comemora hoje, 12 de Agosto. 

Esta data foi instituída pelas Nações Unidas em 1999. Para o Chefe de Estado, este ano, as circunstâncias ditadas pela pandemia da COVID-19, ameaçam tirar o natural brilho e o simbolismo que esta efeméride representa, designadamente no que se refere à tradicionalmente reunião dos jovens em espaços de interacção física, de lazer, e de partilha de ideias e projectos.

“Este ano atípico vem nos ensinar que nada é imutável, e que o que damos por garantido hoje, amanhã poderá não o ser”, frisa.

E sublinhou, por outro lado, que as aspirações da juventude são as mesmas em qualquer parte do mundo, não obstante as repostas aos seus anseios e às suas necessidades dependerem, naturalmente, de vários condicionalismos, inclusive das atitudes e das opções dos próprios jovens. 

“Nestes tempos difíceis, mas que, também, parecem oferecer oportunidades interessantes para se acelerar a transição para novas tecnologias comunicacionais em domínio que há um ano sequer pensávamos, num mundo que se nos apresenta ainda muito mais conectado”, indica o Chefe de Estado.

Por isso, Jorge Carlos Fonseca afirma que os jovens devem procurar comprometer-se ainda mais com a inovação, adaptando-se às mudanças, “ainda que radicais para as nossas vivências comuns, e tirar o maior proveito dessa nova realidade, desse dito novo normal, engendrando soluções”.

O Presidente considera ainda que a solidariedade internacional entre jovens precisa de ser estimulada, promovida como forma de fortalecer o networking entre eles e os organismos juvenis das quais muitos deles fazem parte, tendo em vista uma melhor conexão e diálogo entre si.

“Hoje mais do que nunca precisamos dessa linguagem comum, seja através de meios tecnológicos ou outros, dessas dinâmicas que propiciam espaços para reflexão e acção relactivamente às questões de actualidade global como a situação pela qual o mundo atravessa com graves consequências humanas, perda de vidas e ameaças permanentes à saúde pública, económicas e sociais”, observa.

O Chefe de Estado termina a sua mensagem felicitando todos os jovens por esse dia e, disse que o mundo conta com o espírito solidário, dinâmico e criativo da juventude, "com afectividade e respeito pelo outro, para que sejam portadores desses nobres valores de que a humanidade tanto precisa neste momento para vencer uma das maiores catástrofes humanitárias do nosso tempo”.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,12 ago 2020 11:29

Editado porSara Almeida  em  14 mai 2021 23:21

1

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.