“Há tendência para uma situação melhor em termos epidemiológicos” - Director Nacional de Saúde

PorDulcina Mendes,14 jun 2021 21:48

O Director Nacional da Saúde, Jorge Noel Barreto disse hoje que há uma tendência para uma situação melhor em termos epidemiológicos, mas ainda é preciso melhorar mais.

Segundo Jorge Noel Barreto, a nível nacional a taxa de incidência acumulada está em 224 por 100 mil habitantes, nos 14 dias anteriores estava em 380 por 100 mil habitantes.

“Mais uma vez constatamos que há tendência para uma situação melhor em termos epidemiológicos, mas ainda é preciso melhorar mais. A taxa da incidência acumulada dos últimos 14 dias ainda está acima daquilo que seria o desejável, muito acima que é abaixo de 25 por 100 mil habitantes, só assim é que podemos ter mais segurança e só mantendo as taxas controladas é que podemos dizer que a situação poderá ter atingido algum controlo”, indica.

Jorge Noel Barreto conta que nos últimos 14 dias ainda não houve nenhum concelho com a taxa de incidência inferior a 25 por 100 mil habitantes, “neste momento temos sete concelhos que tem essa taxa de 25 a 150, que são Boa Vista que tem 134, Tarrafal de Santiago 55, São Domingos 70 por 100 mil habitantes, Santa Cruz 132 por 100 mil habitantes”.

“A ilha do Sal tem 42 por 100 mil habitantes, São Nicolau 58 por 100 mil habitantes e São Miguel tem 118 por 100 mil habitantes. Os restantes concelhos tem ainda uma taxa de incidência acumulada, nos últimos 14 dias inferior a 150 por 100 mil habitantes. Praia tem 171, São Vicente tem 186, Santa Catarina de Santiago 193, Ribeira Grande de Santo Antão 363, Porto Novo 604, Paul 247, Ribeira Brava São Nicolau 531, São Salvador do Mundo 175, Ribeira Grande de Santiago 198, Maio 826, São Lourenço dos Órgãos 160, Mosteiros 716, São Filipe 435, Santa Catarina do Fogo 309 e Brava 2114”, menciona.

Em termos de balanço dos últimos 14 dias, o Director Nacional da Saúde apontou que de 31 de Maio até 13 de Junho foram analisadas 12992 amostras que da uma média por dia de 928 amostras por dia e que foi identificado um total de 1262 casos novos de COVID-19, que da uma media de 90 casos por dia e uma taxa de positividade de cerca de 10%.

“Nos 14 dias anteriores, ou seja de 17 a 30 de Maio foi analisado um total de 19 640 amostras que da uma média de 1413 amostras por dia e foi identificado um total de 2140 casos novos nesse período que da uma média de 153 casos novos por dia e uma taxa de positividade de 11%”, cita.

Conforme Jorge Noel Barreto, ainda mantém-se alguma tendência para alguma melhoria na situação epidemiológica embora ainda a taxa de positividade mantém-se alta acima daquilo que é o desejável, que é 5% ou menos de taxa de positividade. 

Em relação as pessoas vacinadas disse que, neste momento há um total de 41 616 pessoas que já receberam a primeira dose das vacinas. "Considerando a população ilegível que são pessoas que tem 18 anos ou mais, isso representa 11 % da população. Os profissionais da saúde estão todos vacinados 99,7 %, doentes crónicos 16,5% e pessoas com mais de 60 anos de idade 48 %".

Em relação aos professores, avançou que já foram vacinados quase mil professores e pessoal de apoio às escolas, o que representa 4,9 % daquilo que está previsto no Plano Nacional de Vacinação. "1262 polícias já foram vacinados, representado 18%, militares 609, o que representa 24% e temos também algum pessoal ligado ao turismo, 566, representando 5%”.

"A vacinação está a ser acelerada nas ilhas do Sal e da Boa Vista, porque com a vacinação a decorrer nos países emissores de turistas, uma das condições que pedem ao país de destino é que os seus cidadãos estejam pelo menos vacinados, para reduzir a possibilidade de ver a propagação de infecções", sublinha.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,14 jun 2021 21:48

Editado porAndre Amaral  em  23 set 2021 23:20

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.