Trabalhadores da ASA suspendem greve após entendimento entre sindicatos e administração

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,28 dez 2021 8:27

Os trabalhadores da Empresa de Aeroportos e Segurança Aérea (ASA) decidiram suspender a greve de três dias, após entendimento entre os sindicatos e a administração, na sequência das negociações mediadas pela Direção-geral do Trabalho.

A greve dos trabalhadores da ASA, abrangendo as diferentes áreas de actuação deveria iniciar-se esta terça-feira, 28, por um período de 48 horas.

Entretanto foi suspensa no final da tarde desta segunda-feira, face à abertura da entidade patronal em responder às reivindicações, conforme adiantou à Inforpress a presidente a Presidente do Sindicato dos Transportes, Comunicações e Administração Pública (SINTCAP).

Em causa estavam a retirada de alguns direitos adquiridos ao” longo de décadas”, nomeadamente o subsídio de férias, subsídio de Natal, bem como o adiamento da progressão profissional que deveria ocorrer em Janeiro de 2020, segundo a mesma fonte.

Segundo um comunicado a que a Inforpress teve acesso, na sequência do pré-aviso de greve, enviado pelo SINTCAP e SITTHUR à administração da empresa de Segurança Aérea, as partes chegaram ao entendimento, particularmente no que respeita à reclamação do subsídio de Natal.

Nesta medida, a ASA fixa a gratificação do subsídio de Natal referente ao ano de 2021 em 75% da remuneração base. E tendo em conta que a quantia correspondente a 50% da gratificação já foi liquidada, a empresa comprometeu-se a regularizar os restantes 25% na primeira semana de Janeiro de 2022, nos termos da ordem de serviço de 07 de dezembro de 2021.

Ainda, ficou combinado que o subsídio de férias de 2020 devido aos trabalhadores será também pago em Janeiro de 2022.

A mesma fonte adianta ainda que relativamente ao subsídio de férias ficou acordada a realização de reunião em Abril de 2022, entre os Sindicatos e a ASA para discutirem a viabilidade financeira da empresa no sentido de se apreciar a retoma ou não deste subsídio.

Ainda, conforme o documento, a ASA irá proceder à actualização dos enquadramentos decorrentes das progressões a todos que cumprem os requisitos para tal, a partir de Janeiro de 2022, devendo também apresentar um plano de pagamento relativamente aos retroactivos das progressões, a Janeiro de 2020.

Relativamente ao subsídio de Natal, o documento refere que antes da fixação desta gratificação, a ASA irá dialogar com os trabalhadores e depois tomar a sua decisão.

Tendo chegado a esses entendimentos, na sequência das negociações medidas pela Direcção-geral do Trabalho, delegação do Sal, os sindicatos, SINTCAP e SITTHUR, comprometeram-se a levantar o pré-aviso de greve com efeitos imediatos.

A greve estava marcada para 28, 29 e 30 do corrente mês, abrangendo todas as classes profissionais da empresa.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,28 dez 2021 8:27

Editado porAndre Amaral  em  25 set 2022 23:27

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.