COVID-19: Dose de reforço disponível para pessoas com mais de 18 anos

PorDulcina Mendes,3 jan 2022 18:44

​A partir desta terça-feira, 4, as pessoas com 18 anos ou mais de idade já podem tomar a sua dose de reforço. Informação anunciada hoje, pelo director Nacional de Saúde, Jorge Noel Barreto na habitual conferência de imprensa sobre COVID-19.

Segundo Jorge Noel Barreto, a partir de amanhã, terça-feira, quem tem 18 anos ou mais de idade pode dirigir-se a um dos postos de vacinação e tomar a sua dose de reforço, que é bastante recomendável, tendo em conta os efeitos de protecção.

“Como existem pessoas com menos de 40 anos que também estão interessadas em tomar a sua dose de reforço, mas que estão impossibilitadas por causa dos critérios fizemos uma análise e tendo em conta que o stock da vacina da Moderna, que é aquela que temos estado a fazer a dose de reforço, o prazo vai inspirar-se dentro de alguns dias, e não gostaríamos de perder essas doses de vacina, o Ministério da Saúde decidiu alargar a idade para a toma da dose de reforço para as pessoas que têm 18 anos ou mais e idade”, afirma.

A dose de reforço, conforme indicou tem sido feita com a vacina da Moderna “que é uma vacina que tem mesmo princípio de fabrico da Pfizer, tem uma boa eficácia e é uma das vacinas que a OMS recomenda para que seja feita a dose de reforço, porque o objectivo como próprio nome está a dizer é reforçar a defesa e imunidade das pessoas, para poderem enfrentar melhor a COVID-19”.

Em termos de vacinação disse que o ritmo vai bem, embora há cerca de 84 % de adultos com uma primeira dose e ainda há pessoas que estão por decidir se vão vacinar ou não. “Pensamos que este é o momento para se decidirem, porque a vacinação ainda continua a demonstrar que tem um papel muito importante na protecção das pessoas, sobretudo nos casos mais graves e morte”.

Jorge Noel Barreto indicou que neste momento há cerca de 71% das pessoas com a segunda dose. E em relação à dose de reforço sublinhou que apenas há registo de 6718 pessoas que já tomaram a dose de reforço.

Por isso apelou para que as pessoas procurem mais os postos de vacinação para que possam tomar a sua dose de reforço.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,3 jan 2022 18:44

Editado porAndre Amaral  em  16 jan 2022 23:21

pub.

pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.