"O governo eliminou os armadores nacionais" do concurso para transporte marítimo interilhas

PorAndre Amaral,23 mar 2018 12:19

A sessão parlamentar deste mês terá duas interpelações ao governo por parte dos partidos da oposição. A Sessão Parlamentar de Março tem início na segunda-feira e termina na próxima quinta-feira. Interpelações estão agendadas para o segundo dia da sessão.

A primeira interpelação será da UCID e abordará o alegado não cumprimento do acordo de concertação estratégica assinado entre o governo e os parceiros sociais e a segunda, do PAICV, será sobre a economia marítima.

Na conferência de imprensa realizada hoje em balanço das jornadas parlamentares, João do Carmo, do PAICV, alertou para o que o seu partido considera ser a "enorme dificuldade do governo em dialogar com as classes trabalhadoras"e denunciou que o governo esqueceu as reivindicações feitas pelo Sindicato Nacional da Polícia. "Para se contemplarem essas reivindicações o governo devia ter apresentado um Orçamento rectificativo à Assembleia Nacional", destacou João do Carmo.

Quanto à interpelação do PAICV sobre o sector da economia marítima, João do Carmo recordou que "para os governos do PAICV este sector sempre foi uma prioridade" e que o sector das pescas sempre "se assumiu como líder dos produtos de exportação. O bunkering e o transbordo também cresceram muito nos últimos dez anos" ainda dentro deste ponto, o maior partido da oposição acusou o governo de estar a eliminar os armadores nacionais ao realizar um concursos público internacional.

"O governo eliminou qualquer possibilidade de os armadores nacionais participarem no concurso", acusou João do Carmo.

Outro tema que merece a atenção do PAICV é a votação final global do diploma sobre o "estatuto diferenciado para o titular e segunda residência em Cabo Verde através do Green Card", destacou o porta-voz do PAICV. Segundo João do Carmo o seu partido vai propor ao governo a extensão das regalias desta proposta de lei ao emigrantes cabo-verdianos. Independentemente dos benefícios que os emigrantes têm nós vamos propor que os benefícios desta proposta sejam estendidos também a eles, caso contrário votaremos contra", concluiu.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Andre Amaral,23 mar 2018 12:19

Editado porAndre Amaral  em  13 nov 2018 3:23

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.