​Governo consegue quatro pacotes de financiamento no Fórum de Doadores e Investimentos

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,12 dez 2018 8:05

1

Cabo Verde assinou ontem vários pacotes financeiros com diversos parceiros internacionais, durante o Fórum Internacional de Doadores e Investimentos de Cabo Verde, que decorre em Paris.

O Governo conseguiu verbas para a Plataforma de Desenvolvimento Local, para o sector da educação, para os portos Inglês na ilha do Maio e da Palmeira, no Sal, além de financiamentos para o programa da boa governação e desenvolvimento e competitividade do sector privado.

A informação foi avançada na tarde desta terça-feira, pelo primeiro-ministro, na conferência de imprensa de balanço do dia de ontem.

“O primeiro com o Luxemburgo e o PNUD, no valor de 1,2 milhões de euros, para o programa de Plataforma de Desenvolvimento Local, o acordo com o Banco Mundial para o sector da educação, 10 milhões de dólares, um acordo de financiamento para o Porto Inglês, na ilha do Maio, com o BAD, 17,8 milhões de euros, e também a extensão do Porto de Palmeira, na ilha do Sal, e uma convenção de financiamento com a União Europeia, para o programa da boa governação e desenvolvimento, competitividade do sector privado, 10 milhões de euros”, aponta.

Durante o primeiro dia do evento, o Fórum contou com a participação de vários parceiros de Cabo Verde. O executivo sai com o compromisso para o financiamento do plano do Desenvolvimento Sustentável (PEDS), em cerca de 850 milhões de dólares.

“Neste valor não está incluído um conjunto de engajamentos que já existem e estão em curso e que se destinam também ao financiamento do PEDS, assim como não inclui a perspectiva de investimentos privados em sectores fundamentais para a economia cabo-verdiana como a economia marítima, a economia digital, a plataforma aérea, a localização de empresas que são sectores que consideramos importantes para o futuro do país”, explica.

Para Ulisses Correia e Silva, mais do que os pacotes financeiros, o importante é ter Cabo Verde como um ponto de interesse do sector privado.

A ideia, diz o Governante, é ter condições para atrair mais investimento directo estrangeiro, melhorar o ambiente de negócios, reduzir os custos de contexto para que os investidores e empresas nacionais possam ter um importante papel no crescimento económico e criação de emprego.

O Fórum Internacional de Doadores e Investimentos de Cabo Verde, sob o lema “Construindo Nova Parceria para o Desenvolvimento Sustentável de Cabo Verde”, começou ontem e termina hoje. O evento é organizado pelo Governo de Cabo Verde, em parceria com o Banco Mundial e o PNUD.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,12 dez 2018 8:05

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  1 set 2019 23:22

1

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.