Edil de Porto Novo confiante da resolução dos problemas de saneamento no prazo de dois anos

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,29 jul 2019 8:33

O presidente da Câmara Municipal de Porto Novo, Aníbal Fonseca, considera que o projecto de saneamento a ser implementado nos próximos dois anos, em Santo Antão, vai resolver de “forma determinante e definitiva” os problemas da cidade de Porto Novo a nível do tratamento e gestão dos esgotos.

Conforme o autarca, está-se perante “um outro grande projecto”, já financiado para o seu concelho, que vai contribuir “definitivamente e de forma determinante” para resolver “a questão do saneamento”, um dos principais problemas locais. 

Com este projecto, financiado pelo Banco Árabe para o Desenvolvimento em África (BADEA), em 900 mil contos, Porto Novo vai ser contemplado com 20 quilómetros de rede de esgotos, uma estação de tratamento de águas residuais (ETAR), duas estações de bombagem, 200 fossas sépticas e mais de 300 ligações domiciliárias.

O projecto, que deve ser lançado em Agosto, inclui o abastecimento de água, domínio no qual Porto Novo vai receber 25 quilómetros da rede de adução e distribuição de água, construção/reabilitação de vários reservatórios e 3.500 ligações domiciliárias.

“É um grande projecto para a cidade do Porto Novo, que passará a ter um bom saneamento e os problemas de distribuição de água resolvidos”, enfatiza.

A cidade do Porto Novo dispõe, há quase duas décadas, de uma rede de esgoto que consegue abranger apenas 20 por cento (%) deste centro urbano, com dez mil pessoas, e de uma rede de adução e distribuição de água também já obsoleta, com perdas à volta de 45 a 50%.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,29 jul 2019 8:33

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  22 abr 2020 23:20

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.