​Janira Hopffer Almada quer testes à COVID-19 também em São Vicente

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,8 abr 2020 9:05

​Janira Hopffer Almada
​Janira Hopffer Almada

A presidente do PAICV sugere ao Governo que faça todos os esforços para garantir a realização de testes de despistagem do novo coronavírus em São Vicente. A posição foi tornada pública através de um texto publicado esta terça-feira na sua página na rede social Facebook.

Na publicação, Janira Hopffer Almada recorda que “quanto mais e melhores condições tivermos de fazer os testes, maiores serão as nossas chances de vencer esta luta e de devolver ao povo das Ilhas aquilo por que tanto anseia”.

A líder do maior partido da oposição sugere, igualmente, que, na realização dos testes, sejam priorizados os profissionais de saúde, que estão na linha da frente no combate à pandemia de COVID-19.

“Deles dependemos, em primeira via! A eles são devidas as melhores condições de prevenção e de protecção que o País tiver capacidade de dar. E, para isso, todos nós temos de estar disponíveis e nos manifestarmos solidários!”, lê-se

No mesmo texto, Hopffer Almada envia “um abraço de solidariedade ao povo de São Vicente, pela situação que, neste momento e de há uns dias a esta parte, está a viver”.

“Acredito que todos têm tentado fazer o seu melhor, nesta luta contra a COVID-19, que é uma Luta de Todos!”, diz.

Até ao momento os testes de COVID-19 são feitos apenas no Laboratório de Virologia, na cidade da Praia.

Mas o director nacional de saúde, Artur Correia, já garantiu que está em curso a reorganização da logística, sendo que o objectivo passa por adquirir um novo tipo de testes à COVID-19, através do Fundo Global e das Nações Unidas, para que sejam realizados nos laboratórios que já existem nas restantes ilhas, evitando o actual “desconforto logístico” de ter de fazer chegar as amostras à Praia.

Cabo Verde continua a registar sete casos confirmados da COVID-19, entre as ilhas da Boa Vista (4), de Santiago (2) e São Vicente (1).

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da COVID-19, já infectou mais de um milhão e 400 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 82 mil.

Dos casos de infecção, mais de 308 mil são considerados curados. Depois de surgir na China, em Dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a OMS a declarar uma situação de pandemia.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,8 abr 2020 9:05

Editado porSara Almeida  em  6 jun 2020 23:20

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.