Ministério da Educação anuncia processamento de salários em atraso

PorExpresso das Ilhas, Lusa,15 fev 2024 16:48

O Director Nacional de Educação disse hoje que os salários em atraso devidos a 250 novos professores, relativos a Dezembro e Janeiro, estão a ser processados para serem pagos "o mais rapidamente possível".

"É no sentido de pagar imediatamente esses salários, enquanto o processo decorre na Administração Pública" que "os salários já estão a ser processados", afirmou Adriano Moreno aos jornalistas.

O objectivo é que "esta situação dos professores seja resolvida o mais rapidamente possível", acrescentou.

O Director Nacional de Educação comentou o atraso numa conferência de imprensa dedicada aos protestos promovidos na segunda-feira, em que os docentes se manifestaram em várias ilhas, reivindicando ajustes salariais e mostrando-se solidários para com os colegas que não recebem desde Novembro.

"O Ministério não está indiferente" às reclamações dos docentes, referiu.

Cerca de 250 professores cabo-verdianos que entraram ao serviço este ano receberam apenas os três primeiros meses (Setembro, Outubro e Novembro), com o Ministério da Educação a justificar-se com a necessidade de os contratos serem visados pelo Tribunal de Contas, que, por sua vez, disse à Lusa não ter recebido nenhum pedido.

A maioria dos docentes afectados está deslocada em ilhas afastadas das zonas de residência e tem dificuldade em pagar despesas de alimentação, tratamentos médicos, entre outras, de acordo com relatos feito à Lusa.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,15 fev 2024 16:48

Editado porAndre Amaral  em  22 jun 2024 23:28

pub.

pub.

pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.