Diáspora cabo-verdiana regista 12 mortos

PorExpresso das Ilhas,9 abr 2020 18:19

Balanço foi feito, na tarde desta quinta-feira, em comunicado, pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros e Comunidades.

Segundo o documento enviado à comunicação social, as embaixadas e consulados já registaram a morte de 12 pessoas de nacionalidade cabo-verdiana "em França, 2, Holanda, 4, Portugal, 1, Espanha, 1 e nos Estados Unidos da América, 4".

O ministério reconhece o "trabalho importantíssimo" que as representações diplomáticas cabo-verdianas têm desempenhado "no que respeita à contínua sensibilização dos nossos concidadãos quanto à necessidade do rigoroso cumprimento das leis, regulamentos e recomendações das autoridades competentes relacionadas com o combate contra esta pandemia".

O Ministério dos Negócios Estrangeiros e Comunidades apresenta ainda, em nome do Governo, as mais sentidas condolências às famílias enlutadas, manifestando-lhes a sua total solidariedade diante da perda dos seus entes queridos.

Aos cabo-verdianos infectados e em tratamento, deseja uma rápida e completa recuperação, “mantendo firme a esperança no regresso ao convívio com os seus familiares e amigos”, lê-se.

Em Cabo Verde, registam-se até o momento sete casos positivos do novo coronavírus, sendo quatro na ilha da Boa Vista e dois na cidade da Praia e um em São Vicente. Entre os quatro casos positivos na ilha da Boa Vista, um resultou em óbito, um cidadão inglês de 62 anos.

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, declarou o estado de emergência no País, devido à pandemia COVID-19, com duração de 20 dias, das 00h00 do dia 29 de Março, até 24h00 do dia 17 de Abril.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da COVID-19, já infectou cerca de 1,4 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 80 mil.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,9 abr 2020 18:19

Editado porFretson Rocha  em  28 nov 2020 23:21

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.