Mayra Andrade encerra a noite com "chave de ouro"

PorDulcina Mendes,14 abr 2019 9:06

A 11ª edição do Kriol Jazz Festival foi encerrada ao som da “Manga” da Mayra Andrade. A cantora apresentou aos praienses o seu novo disco, que está a fazer muito sucesso em vários palcos por onde passa.

A “Manga” de Mayra Andrade foi deliciada na Pracinha da Escola Grande, com muito gosto.

Este disco é uma mistura de cores radiantes e dançantes, com batidas de veludo e melodias apimentadas. A cantora fez o público apaixonar por cada tema do seu novo álbum.

Mayra Andrade disse que estava muito feliz de poder cantar na sua terra, e promete regressar para apresentar o seu trabalho discográfico em todas as ilhas.

A cantora subiu ao palco para encerrar a noite que começou de uma forma sublime ao som do lendário Americano, Lucky Perterson.

O mestre do violão e do blues, apresentou as suas sonoridades vibrantes e muito alegres. Deu show no palco e desceu para o meio do público acompanhado da sua guitarra e deixou toda a gente anestesiada com o seu blusman.

Lucky Peterson começou a sua carreira muito cedo e este ano completa 50 anos de carreira. No Kriol Jazz Festival mostrou todo o seu carisma, a sua actuação foi magnífica.

Depois do som americano, o palco foi entregue a Cabo Verde e ilha de Reunião, através do projecto Rougaiverd, num encontro que proporcionou ao público momentos inesquecíveis.

O projecto, uma criação do Kriol Jazz Festival, é algo para ver de novo, houve um cruzamento da voz de Elida Almeida e Tiloun, que fizeram uma viagem maravilhosa pelo nosso continente.

Tiloun, é um músico da ilha de Reunião que tem estado a envolver em vários projectos e desta feita juntou com Elida Almeida, a cantora que tem carregado muito bem a música tradicional.

Por isso, fizeram uma fusão de ritmos crioulos, transformaram a música numa só, suportada por um encontro de culturas que se completam.

Quem também deu um show sublime foi o artista americano, Stanley Clarke, e deixou a plateia vibrar com os seus sons. Stanley Clarke é um dos baixistas, acústico e elétrico mais celebrado do mundo, já ganhou Grammy por quatro vezes. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,14 abr 2019 9:06

Editado porDulcina Mendes  em  16 jun 2019 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.