Atlantic Music Expo e Sociedade Cabo-verdiana de Música assinam protocolo de parceria

PorDulcina Mendes,8 jun 2022 12:40

​O Atlantic Music Expo (AME) e Sociedade Cabo-verdiana de Música (SCM) assinaram esta quarta-feira, 8, na cidade da Praia, um protocolo de parceria que visa acções concretas no âmbito da protecção dos direitos patrimoniais e morais dos autores e artistas.

Este protocolo foi assinado entre a presidente da SCM, Solange Cesarovna, e director geral do AME, Augusto Veiga.

A presidente da SCM disse que louva esta iniciativa, que pode enaltecer o percurso e a própria missão tanto da Sociedade Cabo-verdiana de Música, como da Associação Cultural Cabo Verde, que através deste compromisso conseguem firmar uma parceria para garantia da salvaguarda dos direitos autorais no AME e com isso fazer valer o direito à justa remuneração pela matéria prima que alimenta qualquer mercado do sector criativo.

“Quando temos o AME a pagar os direitos autorais e por outro lado a se consagrar Copyright friendly é um exemplo que fica a nível nacional, mas também a nível internacional, da boa performance das duas instituições e do país”, assegura.

Para Solange Cesarovna, reitera, com este pagamento de direito de autor é o próprio país que ganha, pela sua capacidade de mostrar que quando se fazem negócios à volta da música é salvaguardada a matéria prima daqueles que devem ser os primeiros a ser contemplados com a justa remuneração e com respeito pelos direitos morais, para que depois se possa fazer toda a circulação, troca e negócio à volta da música.

“Este protocolo vai permitir que possamos estreitar as relação com o AME naquilo que é a possibilidade de colaborar nesse evento, nos workshops e nos vários espaços que são de excelência para partilha de conhecimento e fomento de aprendizado e de tudo aquilo que é nosso potencial na questão dos direitos autorais”, indica.

Por seu lado, o director geral do AME, Augusto Veiga, disse que este protocolo vem pôr por escrito a parceria que já existia entre as duas partes, desde 2018 quando a sua associação assumiu a realização do AME .

“Em 2019 avançamos para uma parceira maior, inclusive a SCM já esteve presente num stand na feira do AME, e agora, de uma forma natural, rubricamos este protocolo para nos servir de guia para os próximos anos e edições, e para uma maior colaboração entre as partes”.

E por isso, considera, o protocolo faz todo o sentido, porque o AME é um evento feito também para os artistas e os autores. “Então faz todo o sentido esta parceira e que todos possam beneficiar daquilo que faz parte realmente do coração deste evento”.

“Vamos honrar o protocolo, vamos trabalhar para o melhorar ainda mais e para pôr em prática nesta edição e nas próximas edições vindouras. Agradecemos à SCM pela parceria e defesa intransigentes dos direitos dos autores em Cabo Verde, e pelo excelente trabalho que tem feito desde a sua fundação até agora”, sublinha.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,8 jun 2022 12:40

Editado porA Redacção  em  12 ago 2022 23:29

pub.
pub.
pub.

pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.